Concacaf rescinde contrato com empresa J. Hawilla envolvida em escândalo

  • Por Jovem Pan
  • 07/07/2015 17h05
SÃO PAULO, SP, BRASIL, 07-03-2013: J. Hawilla, dona da Traffic, na festa de 20 anos da agência Lew LaraTBWA, no restaurante Leopolldo, em São Paulo (SP). (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress, MONICA BERGAMO)José Hawilla é dono da Traffic e está envolvido nos casos de corrupção na Fifa

O recente escândalo de corrupção no futebol segue repercutindo. Nesta terça-feira, a Concacaf (Confederação de Futebol das Américas do Norte, Central e Caribe) anunciou a rescisão de seu contrato com a Traffic Sports USA, braço americano da Traffic, empresa do brasileiro José Hawilla. O empresário é investigado pelo FBI e pelo Departamento de Justiça dos EUA.

“A Concacaf e a Traffic Sports USA anunciam hoje que sua parceria corporativa está encerrada. A decisão foi tomada mutuamente após discussões entre as duas organizações, e não irá ter efeito na capacidade da Concacaf em cumprir suas obrigações existentes referentes a patrocínios e futuros torneios”, escreveu a entidade em comunicado divulgado em seu site oficial.

Em dezembro do ano passado, J. Hawilla se declarou à Justiça Americana culpado de diversas acusações, como extorsão, fraude eletrônica, lavagem de dinheiro e obstrução de justiça. Com isso, aceitou pagar uma multa de 151 milhões de dólares, algo em torno de 450 milhões de reais. Além disso, as empresas Traffic Sports USA e Traffic Sports International Inc. também admitiram envolvimento em ações ilegais no caso.

A Traffic é uma empresa que negocia direitos de transmissão de campeonatos pelo mundo. A rescisão do contrato com a Concacaf inclui o fim da parceria entre as partes nas próximas edições da Copa Ouro (2015, 2017, 2019, 2021), além das edições da Liga dos Campeões da Concacaf entre 2015/16 e 2021/22.