Condenação é anulada, e Boavista retorna à elite do futebol português

  • Por Agencia EFE
  • 01/04/2014 16h24

Lisboa, 1 abr (EFE).- O Boavista, campeão português na temporada 2000/2001 e que estava disputando a terceira divisão da competição, teve retorno garantido a elite do país devido a anulação da condenação em caso de corrupção, julgado em 2008.

A Assembleia Geral da Liga de Clubes, órgão que reúne os participantes das duas principais divisões portuguesas, aceitou nesta terça-feira a documentação entregue pelos “enxadrezados”, que ainda terão que detalhar a situação financeira do clube.

Com sede no Porto, o clube foi alvo da operação “Apito Dourado”, que inclui investigações por supostos casos de corrupção e tráfico de influência no futebol profissional do país durante a década passada.

Em 2008 foi decretado o rebaixamento do Boavista por coação de árbitros, mas o Tribunal Administrativo e Fiscal de Lisboa considerou a pena nula em fevereiro de 2012, assim como a reunião do Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), que confirmou a decisão pela queda para a segunda divisão.

Com o retorno do clube à elite, o Campeonato Português passará a ter 18 clubes na próxima temporada. Além dos 14 primeiros deste ano, dos dois primeiros da segunda divisão e o Boavista, também disputará a competição quem vencer o duelo de repescagem entre o penúltimo da elite e o terceiro da divisão de acesso. EFE