Conmebol notificou Chape em e-mail para dirigente morto em acidente, diz rádio

  • Por Jovem Pan
  • 24/05/2017 15h25
Zagueiro Luiz Otávio teria sido suspenso por três partidas pela Conmebol

Na acusação de que o zagueiro Luiz Otávio foi escalado de forma irregular na partida contra o Lanús, a Conmebol alega que enviou e-mails à Chapecoense informando que o atleta não poderia entrar em campo. Porém, segundo informações da rádio uruguaia 1010 AM, a entidade teria enviado um destes e-mails a um dos dirigentes mortos no acidente aéreo que vitimou quase toda a delegação do time catarinense em novembro no ano passado.

O nome do dirigente em questão não foi revelado, porém a rádio afirma que além deste, um outro e-mail foi entregue normalmente, fato este que o time nega.

A defesa da Chapecoense é baseada justamente no argumento de que eles não foram notificados de que o zagueiro teria que cumprir três jogos de suspensão. Para o time, Luiz Otávio havia sofrido apenas a punição automática pelo cartão vermelho, cumprida na segunda partida da Recopa Sul-Americana, e estava livre para atuar contra o Lanús. Inclusive, ele foi o autor do gol que deu a vitória à Chape.

Por conta da escalação irregular, o clube catarinense perdeu três pontos e foi eliminado da Libertadores. Porém, a vitória nos acréscimos em cima do Zulia, na noite da última terça-feira, colocou a Chape em terceiro lugar no grupo, garantindo assim a vaga para a Copa Sul-Americana.

A Chapecoense ainda irá recorrer da punição e tentará recuperar os pontos perdidos. Caso consiga, o Verdão do Oeste subirá para dez pontos e ficará com a segunda colocação do Grupo 7.