Contra Fábio, Ceni é ‘sortudo’ e Luis Fabiano é um grande azarado; veja

  • Por Jovem Pan
  • 15/05/2015 17h37

Rogério Ceni costuma ter sorte contra FábioRogério Ceni

O confronto da noite da última quarta-feira (13), no Mineirão, não teve final feliz para o São Paulo. Depois de perder por 1 a 0 para o Cruzeiro, no tempo normal, o time do Morumbi não conseguiu ser competente nas cobranças de pênalti e foi eliminado pelo rival mineiro ao ser derrotado por 4 a 3. Neste duelo, os embates Luis Fabiano x Fábio e Rogério Ceni x Fábio mais uma vez marcaram presença.

Como curiosidade, o camisa 9 do Tricolor não tem muita sorte contra o camisa 1 cruzeirense, enquanto que Rogério Ceni costuma levar a melhor contra o arqueiro rival.

Contando os pênaltis batidos nesta decisão das oitavas da Libertadores, Luis Fabiano já desperdiçou três cobranças contra Fábio, sendo uma delas em 2011, em jogo válido pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro, quando Fabuloso bateu e o arqueiro celeste defendeu, e a outra em 2012, na sétima rodada, quando o Cruzeiro foi derrotado por 3 a 2, em casa, mas Fábio novamente foi carrasco de Luis Fabiano e defendeu um pênalti.

Rogério Ceni, por outro lado, já marcou oito gols ao todo em Fábio: um no Campeonato Brasileiro de 2003, quando o atual arqueiro cruzeirense estava no Vasco, um no Campeonato Brasileiro de 2005, três no Brasileiro de 2006, um no Campeonato Brasileiro de 2010, um no Brasileiro de 2014 e um agora na Copa Libertadores.

Com mais uma excelente atuação de Fábio, o Cruzeiro já está classificado para as quartas de final da Copa Libertadores e agora aguarda a definição do duelo entre Boca Juniors e River Plate para saber quem será o seu próximo adversário.