Contraste alviverde: às vésperas de estrear sua arena, Palmeiras vive momento dramático no centenário

  • Por Lucas Tomazelli/Jovem Pan
  • 29/09/2014 13h36
Com presença de três mil torcedores e ídolo palmeirenseCom presença de três mil torcedores e ídolo palmeirense

O Palmeiras lida com um importante contraste logo no ano de seu centenário. Às vésperas de estrear sua nova arena, a moderna Allianz Parque, o alviverde luta contra o rebaixamento para a Série B pela terceira vez em 12 anos. Até por isso, a diretoria do clube evitou aparecer no primeiro evento teste realizado no estádio, no último dia 27. A preocupação dos cartolas é a falta de perspectiva de melhora no time que passará a desfilar no gramado de sua reformada casa.

Mais de quatro anos após entregar o Palestra Itália à WTorre, construtora responsável pela obra, o clube alviverde receberá um arena multiuso com, que possui estrutura para comportar além de jogos, muitos outros eventos como shows de grande porte. A capacidade total do estádio é de 43.6 mil lugares, tudo construído de acordo com o “Padrão Fifa”.

Apesar de contar com uma nova casa, o Palmeiras vive um ano lamentável em 2014. Depois de ser eliminado pelo Ituano nas semifinais do Campeonato Paulista, o time perdeu Alan Kardec, melhor jogador do elenco e artilheiro da temporada, para o rival São Paulo, em uma transferência polêmica, logo no início do Campeonato Brasileiro.

Com um início irregular no torneio, o presidente Paulo Nobre decidiu pela demissão do técnico Gilson Kleina. O argentino Ricardo Gareca assumiu a equipe, se preparou durante a pausa para a Copa do Mundo de 2014, mas também não correspondeu às expectativas. Agora, Dorival Júnior foi o escolhido para tentar evitar um vexatório rebaixamento no ano do centenário. No momento, o Verdão ocupa a zona da degola, na 17ª posição com apenas 25 pontos em 25 partidas. 

O momento proporciona sensações opostas ao torcedor. A Allianz Parque, que ainda conta com um edifícil poliesportivo e um centro de convenções, pode ser inaugurada em um momento historicamente negativo para o clube, que vive péssimo momento financeiro e não tem como sonhar com elencos recheados de nomes de peso no futuro breve. No momento, com jogadores muito contestados, o Palmeiras é equipe que mais foi derrotada no Campeonato Brasileiro [14 vezes] e possui a pior defesa [39 gols sofridos em 25 jogos].

A expectativa é de que a primeira partida realizada na Allianz Parque seja o confronto entre Palmeiras e Atlético-MG, válido pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, no dia 8 ou 9 de novembro. Resta saber se a diretoria alviverde concordará com esse debute caso o time ainda se encontre na zona do rebaixamento do torneio nacional.

Caso o Palmeiras de Dorival Júnior não desfile pelo Allianz Parque, pode ser que o show do ex-Beatle Paul McCartney seja o principal evento da Arena no ano do centenário alviverde. Especula-se que a apresentação do britânico seja realizada no dia 26 de novembro. Tanto a partida como o espetáculo musical ainda não foram confirmados oficialmente pelo clube ou pela construtora.