Azar ou incompetência? Nenhum técnico argentino venceu na primeira rodada da Copa

  • Por Jovem Pan
  • 19/06/2018 11h22
Divulgação AFAO único que não perdeu foi Sampaoli. Os argentinos podiam até ter vencido a partida contra a Islândia, mas Messi desperdiçou um pênalti e a partida acabou 1 a 1

A Argentina é o país que mais levou técnicos para a Copa do Mundo de 2018. Além de Jorge Sampaoli, que comanda a própria seleção nacional, a nação tem Héctor Cúper no Egito, Juan Antonio Pizzi na Arábia Saudita, Ricardo Gareca no Peru e José Pekerman na Colômbia.

Entretanto, mesmo com cinco treinadores na disputa, nenhum deles saiu vitorioso na primeira rodada. Pizzi e os sauditas perderam de 5 a 0 para a Rússia, Cúper e os egípcios foram derrotados pelo Uruguai por 1 a 0, Gareca e o Peru também perderam de 1 a 0 para a Dinamarca. Nesta terça-feira (19), Pekerman e a Colômbia foram derrotados pelo Japão por 2 a 1.

O único que não perdeu foi Sampaoli. Os argentinos podiam até ter vencido a partida contra a Islândia, mas Messi desperdiçou um pênalti e a partida acabou 1 a 1.

Na segunda rodada, não será fácil reverter essa situação. A Arábia Saudita enfrenta o Uruguai, o Egito joga contra os donos da casa, o Peru encara a França e a Colômbia pega a Polônia. A seleção que mais que terá chances de quebrar esses resultados negativos é a própria Argentina que entrará em campo contra a Croácia.

Acompanhe a cobertura completa da Copa 2018 pela Jovem Pan