Brasil supera susto inicial, bate México com brilho de Neymar e vai para quartas de final

  • Por Jovem Pan
  • 02/07/2018 12h51 - Atualizado em 02/07/2018 13h46
EFE Paulinho exaltou Neymar na comemoração do primeiro gol

A Seleção Brasileira tomou um susto nos primeiros minutos do jogo contra o México, nesta segunda-feira (2), mas conseguiu vencer por 2 a 0, com participação de Neymar nos dois gols. O resultado coloca o time de Tite nas quartas de final da Copa do Mundo de 2018. O adversário sairá do vencedor do jogo entre Bélgica e Japão, que será nesta segunda, às 15h (de Brasília).

A vitória mantém uma escrita importante para o Brasil: desde a Copa de 1994, a Seleção sempre chegou pelo menos nas quartas de final. Já o México mantém um histórico negativo, pois é eliminado nas oitavas de final desde o mesmo torneio.

A única notícia ruim para o Brasil foi o cartão amarelo dado para Casemiro, que estava pendurado e por isso não participará do próximo jogo.

O México deu trabalho no início. A estratégia montada pelo técnico Juan Carlos Osorio complicou o Brasil no começo do jogo. O time adiantou a marcação, fez pressão na frente e criou jogadas pelas pontas. Com apenas 1min de jogo, após cruzamento de Guardado, Alisson socou a bola nos pés de Lozano, mas Miranda travou a finalização dele.

O Brasil respondeu com um chute perigoso de Neymar de fora da área, mas Ochoa defedeu. E foi só. Nos minutos seguintes o México voltou a ditar o ritmo de jogo, pois atrapalhou a saída de bola do Brasil e mostrou bom toque de bola no meio-campo. A melhor oportunidade pintou aos 21min, quando Herrera recebeu a bola na entrada área, mas Casemiro travou a finalização.

A Seleção Brasileira só reagiu de verdade a partir dos 24min, quando Neymar fez uma jogada individual na ponta esquerda e chutou para o gol, mas Ochoa defendeu com a ponta dos dedos. Na jogada seguinte, após finalização travada de Gabriel Jesus, a bola foi rodada na área até chegar em Coutinho, que chutou com perigo, mas para fora.

Isso fez o Brasil crescer na partida, jogar com mais confiança e arriscar lances mais criativos. Em um deles, aos 34min, Neymar fez “corta luz”, Gabriel Jesus entrou bem na área e chutou cruzado, mas Ochoa pegou de novo.

A partida foi para o intervalo no 0 a 0, mas recomeçou com pressão do Brasil. Aos 2min, Coutinho já arriscou um chute perigoso, mas Ochoa brilhou de novo.E aos 6min saiu o gol. Willian recebeu a bola de Coutinho na entrada da área, avançou com velocidade e cruzou rasteiro na área. A bola passou por Gabriel Jesus, mas Neymar chegou para desviar e abrir o placar.

Osorio resolveu mandar o México para cima, fez substituições ofensivas e naturalmente isso deu mais espaço para o Brasil, que aproveitou. O goleiro Ochoa teve que salvar o México duas vezes, primeiro em finalização de Paulinho na área e depois em chute bonito de Willian. Aos 22min, mais uma vez Willian fez uma bela jogada individual e tocou para Neymar, que chutou de esquerda para fora, por pouco.

Aos 25min aconteceu uma polêmica. Quando Neymar estava no chão, Layún chegou para supostamente ajudá-lo, mas pisou no tornozelo direito do brasileiro. O juiz não viu nada nem recebeu qualquer indicação do árbitro de vídeo para punir o mexicano.

O técnico Tite mandou para campo Fernandinho e Firmino nos lugares de Paulinho e Coutinho, respectivamente. A ideia foi compactar melhor o meio de campo e evitar os contra-ataques, o que deu certo. O México passou a ter mais posse de bola, mas acabou levando um contra-ataque aos 42min. Após passe de Fernandinho, Neymar arrancou em velocidade e finalizou para o gol. Ochoa conseguiu desviar com o pé, mas a bola caiu nos pés de Firmino, que só empurrou para a rede e fechou o placar.

Ouça as narrações dos gols do Brasil: