Carrasco em 2006, Henry reencontra Brasil como auxiliar técnico da Bélgica

  • Por Jovem Pan
  • 06/07/2018 09h58
EFEHenry decidiu Brasil x França nas quartas de final em 2006

O ex-atacante do Arsenal e da seleção francesa Thierry Henry terá mais uma vez o Brasil como adversário em uma Copa do Mundo, desta vez como auxiliar do técnico da Bélgica, Roberto Martínez.

Henry só tem boas lembranças de encontros com os brasileiros na competição. Em 1998, ele integrava o elenco que deu aos “Bleus” seu primeiro e até hoje único título mundial. E há 12 anos, fez o gol da vitória da França por 1 a 0 nas quartas de final da Copa de 2006.

A experiência do francês em Copas e no futebol europeu é agora usada pelos belgas para tentar ajudá-los a alcançar um novo patamar no cenário de seleções, com uma inédita conquista de uma Copa do Mundo.

“Para ganhar, é preciso superar barreiras psicológicas, e Henry nos ajuda muito”, disse o meia Axel Witsel.

O retrospecto belga não é tão bom contra o Brasil, com apenas uma vitória em quatro jogos, justamente no primeiro confronto, em 1963: uma goleada por 5 a 1 em um amistoso em Bruxelas. Dois anos depois, a revanche veio em forma de um 5 a 0, no Maracanã, e em 1988, em Antuérpia, o Brasil levou a melhor por 2 a 1. O último duelo foi pela Copa de 2002, que terminou com derrota da Bélgica por 2 a 0 nas oitavas de final, com gols de Rivaldo e Ronaldo.

Desde a chegada de Henry, a Bélgica só perdeu um jogo, para a Espanha, em um amistoso em setembro de 2016, na estreia de Roberto Martínez como treinador da seleção.