Cerimônia de abertura da Copa do Mundo será curta e sem Pelé, mas com Ronaldo e Casillas

  • Por Jovem Pan
  • 13/06/2018 15h55 - Atualizado em 13/06/2018 18h52
Fifa/DivulgaçãoPrincipais atrações musicais, Robbie Williams e Aida Garifullina participaram do ensaio no Estádio Luzhniki nesta quarta-feira

Antes do jogo entre Rússia e Arábia Saudita, que vai inaugurar a Copa do Mundo de 2018, nesta quinta-feira (14), haverá uma cerimônia de abertura no Estádio Luzhniki. A Fifa confirmou recentemente que o ex-jogador Ronaldo e o goleiro Casillas vão participar do evento, mas infelizmente anunciou a ausência de Pelé, que foi convidado para o evento. A expectativa é por uma festa curta e discreta.

A cerimônia está marcada para começar apenas meia hora antes da partida entre russos e árabes, ou seja, às 11h30 (de Brasília). Portanto não haverá tempo para muitas inovações, novidades e surpresas. As aberturas de Copa normalmente já são simples, o que gera frustração em algumas pessoas, que esperam ver algo parecido com as aberturas de Jogos Olímpicos.

E desta vez a Fifa já tratou de acalmar as expectativas, anunciando simplicidade, mesmo em comparação com outras aberturas de Copas: “ela terá um novo formato. Não parecerá com as da África do Sul e Brasil. Será mais curta e ocorrerá antes do apito inicial”, disse o diretor geral do Comitê Organizador da Copa, Alexei Sorokin.

As grandes atrações musicais serão os shows de Robbie Williams, famoso cantor pop, e de Aida Garifullina, talentosa soprano russa.

Entre as pessoas famosas no meio do futebol, Ronaldo Fenômeno é presença confirmada pela Fifa. Já Iker Casillas foi convidado para entrar em campo acompanhado da modelo russa Natalia Vodianova e apresentar a taça da Copa do Mundo. Havia expectativa de Pelé também estar no Estádio Luzhniki, mas ele tem sofrido com dores no quadril, o que impediu a viagem. O Rei do Futebol passou por cirurgias recentemente e tem se locomovido apenas com uso de um andador.

Jogadores treinam no Estádio Luzhniki, que receberá a cerimônia de abertura da Copa do Mundo