Com gol de Umtiti, França bate Bélgica e vai em busca do bi mundial

  • Por Jovem Pan
  • 10/07/2018 16h55
EFEUmtiti dançou na comemoração do gol

Campeã mundial em 1998, vice em 2006, a França está de volta à final da Copa do Mundo. Nesta terça-feira (10), em São Petersburgo, a seleção comandada por Didier Deschamps bateu a Bélgica por 1 a 0 e vai disputar a decisão do mundial na Rússia, domingo (15), ao meio-dia, no estádio Lujniki, em Moscou, contra o vencedor do confronto entre Croácia e Inglaterra.

O triunfo sobre os Diabos Vermelhos, que haviam eliminados a Seleção Brasileira nas quartas de final, foi construído na segunda etapa por Umtiti, que aproveitou a falha de marcação de Fellaini e marcou na cobrança de escanteio de Griezmann.

O zagueiro, que começou a Copa cometendo um pênalti infantil diante da Austrália, conseguiu dar a volta por cima dentro da competição e repetiu o feito de Lilian Thuram, que em 1998, na semifinal contra a Croácia, foi o herói da classificação francesa.

A Bélgica caiu pela segunda vez na penúltima fase do mundial – a primeira aconteceu em 1986, diante da Argentina, no México. Resta agora a “ótima geração belga” buscar o terceiro lugar, como prêmio de consolação pela boa campanha realizada na Rússia. O duelo acontece no sábado (14), às 11 horas.

1º tempo

Com uma formação diferente a do último jogo, na vitória sobre a Seleção Brasileira, a Bélgica começou o jogo atrás do meio de campo. A França, por sua vez, trocava passes em busca de espaço na defesa adversária. Mas, os franceses não tiveram sucesso, pelo menos nos primeiros minutos.

Tanto que foram os belgas que chegaram primeiro ao gol. Aos 15, De Bruyne tabelou com Hazard e bateu cruzado, mandando a bola rente a trave de Lloris. A resposta da França veio pouco tempo depois com Matuidi batendo de fora da área para a defesa em dois tempos do goleiro Courtois.

Lloris fez uma defesaça após chute de Alderweireld na área

Os lances deixaram a partida mais aberta e os goleiros tiveram que trabalhar, especialmente Lloris. Aos 21, Hazard recebeu no lado esquerdo, invadiu a área e bateu forte. A bola desviou na defesa e passou com perigo ao lado do gol. Na sequência, Alderweireld recebeu dentro da área, girou sobre o zagueiro e bateu para a grande defesa de Lloris.

Assustados, os franceses começaram a ter dificuldade para responder. Mbappé inclusive recuou para tentar iniciar as jogadas, mas os belgas controlavam suas ações. A França conseguiu chegar ao gol de Courtois somente aos 38 minutos, quando o camisa 10 passou para Pavard finalizar. O goleiro belga mandou par escanteio e manteve o placar em 0 a 0.

2º tempo

O segundo tempo começou com um ritmo mais lento que o primeiro, mas aos seis minutos, em um lance de bola parada e uma falha de marcação belga, o placar foi aberto pela França. Aos seis minutos, em escanteio cobrado na primeira trave por Griezmann, Umtiti ganhou de Fellaini e cabeceou para o fundo da rede.

Três minutos depois, Giroud quase ampliou para a seleção francesa, após passe sensacional, de letra, de Mbappé. Mas, na finalização o camisa 9 foi travado pela defesa. A Bélgica tentou se recuperar no jogo e o técnico Roberto Martínez promoveu entrada de Mertens, Carrasco e por último Batshuayi.

Franceses fazem festa após gol no segundo tempo

Com as mudanças, De Bruyne jogou mais recuado e passou a iniciar as jogadas de ataque belga. E a primeira chegada com perigo aconteceu aos 20 minutos, quando Mertens foi lançado na direita e levantou na área para Fellaini. O volante ganhou pelo alto e mandou de cabeça ao lado esquerdo de Lloris.

A Bélgica seguiu insistindo, alternando a troca de passes no campo de ataque em busca de espaço com as bolas levantadas na área. Aos 35, Witsel aproveitou a sobra na intermediária e arriscou de longe, mas parou na defesa de Lloris, desperdiçando a última grande oportunidade de empate.

Ouça o gol da partida: