Comemorações por título da França têm vandalismo e confronto com polícia

  • Por EFE
  • 16/07/2018 09h08
IAN LANGSDON/EFENa Champs-Élysées, uma loja foi parcialmente destruída, quando cerca de 30 indivíduos encapuzados invadiram o local

As comemorações na França pela conquista da Copa do Mundo pela seleção do país, neste domingo, terminou em diversas confusões envolvendo torcedores, inclusive com registro de saques a estabelecimentos comerciais.

Na Champs-Élysées, uma loja foi parcialmente destruída, quando cerca de 30 indivíduos encapuzados invadiram o local, em ato que foi flagrado por fotógrafos amadores e postado nas redes sociais.

De acordo com a emissora francesa “BFMTV”, policiais conseguiram intervir, com direito a uso de gás lacrimogêneo para dispersar os vândalos.

No Twitter, diversos vídeos foram publicados de pessoas encapuzadas depredando vitrines de lojas, até que os agentes das forças de segurança aparecessem.

Além disso, houve confronto entre policiais e torcedores em Beauvais, no norte, e Lyon, ao leste. As autoridades entraram em cena depois que a comemoração ganhou ares mais conturbados, com pessoas subindo em cima dos carros, inclusive.

Em Annecy, no sudeste do país, foi registrada a morte de um homem, que saltou em um canal. De acordo com o jornal “Le Dauphiné Libéré”, a vítima não sobreviveu a um grave ferimento na nuca.

Em Nancy, no norte da França, um homem se feriu ao cair de um caminhão, em que comemorava a vitória dos ‘Bleus’ sobre a Croácia por 4 a 2, no estádio Luzhniki, em Moscou.

Mais de 150 mil integrantes de forças de segurança foram escalados neste fim de semana, para ficar de plantão durante na véspera e dia da decisão do Mundial, devido as diversas concentrações de público pelo país.

Acompanhe a cobertura completa da Copa do Mundo pela Jovem Pan