Em melhor jogo da Copa, Cristiano Ronaldo brilha e Portugal arranca empate contra Espanha

  • Por Jovem Pan
  • 15/06/2018 17h00 - Atualizado em 15/06/2018 17h33
EFE/EPA/RONALD WITTEK Cristiano Ronaldo chamou a responsabilidade e salvou Portugal diante da Espanha

Portugal e Espanha, duelo mais aguardado da fase de grupos da Copa do Mundo da Rússia, superou às expectativas. Diferente do que aconteceu nos dois jogos que antecederam o clássico ibérico nesta sexta-feira (15), as seleções fizeram uma partida eletrizante e repleta de emoções. No final acabou prevalecendo o equilíbrio e o jogo terminou em 3 a 3.

A Espanha, que trocou de treinador a três dias da estreia no Mundial, mostrou dentro de campo não ter sentido a saída de Julen Lopetegui. Fernando Hierro manteve o time e a maneira de jogar.

Em boa parte do duelo contra Portugal, os espanhóis tiveram o domínio através do toque de bola, mas a estrela de Cristiano Ronaldo brilhou. O melhor jogador do mundo na atualidade, CR7 marcou três gols e salvou a seleção portuguesa de estrear com derrota no Mundial.

Com o resultado, Portugal e Espanha dividem a segunda posição com grupo B, com um ponto, atrás do Irã, que mais cedo bateu o Marrocos por 1 a 0.

Portugal volta a jogar agora na próxima quarta-feira (20), às 9 horas, contra a seleção de Marrocos, no estádio Olímpico Lujniki, em Moscou. Já a Espanha encara o Irã, na Arena Kazan, no mesmo dia, às 15 horas.

O jogo

Como era esperado pelos torcedores, a partida entre Portugal e Espanha começou quente. Logo aos 2 minutos de jogo, Cristiano Ronaldo invadiu a área, tentou passar por Nacho Fernández e foi derrubado pelo lateral. Pênalti marcado pelo árbitro Gianluca Rocchi e convertido pelo camisa 7 com categoria.

Cristiano Ronaldo abre o placar para Portugal cobrando pênalti

Após sofrer o gol, a Espanha tentou reagir e através do toque de bola passou a controlar as ações. Aos 9 minutos, Diego Costa foi acionado na área e ajeitou para Isco, que de primeira mandou a bola por cima do gol, desperdiçando a primeira grande chance espanhola de igualar.

O lance assustou Portugal, que se fechou e tentou acelerar as jogadas com Gonçalo Guedes e Cristiano Ronaldo. Os atacantes até tiveram uma chance cada no contra-ataque, mas acabaram parando no preciosismo e na zaga espanhola.

Se Portugal não conseguiu ampliar, a Espanha não perdoou. Aos 23 minutos, após um longo lançamento Diego Costa ganhou a disputa com Pepe na entrada da área, limpou dois marcados e bateu no canto de Rui Patrício para empatar o duelo.

O gol animou os espanhóis, que na primeira chegada após o gol de Diego Costa, aos 26 quase viraram o placar. Isco pegou a sobra na intermediária e emendou um forte chute que explodiu no travessão.

O lance foi mais uma demonstração do domínio espanhol sobre Portugal. Aos 34, La Roja chegou mais uma vez com perigo. Após boa troca de passes no lado esquerdo do ataque, Iniesta recebeu e bateu de primeira, mandando a bola rente a trave esquerda de Rui Patrício.

Nos minutos finais do primeiro tempo, a seleção portuguesa conseguiu equilibrar o duelo e na última chance antes do intervalo, Cristiano Ronaldo entrou em ação novamente. Após lançamento para Gonçalo Guedes, a bola sobra para o camisa 7, que ajeita e bate forte. O chute rasteiro foi em direção a De Gea, que falhou e deixou a bola passar para o fundo da rede.

Cristiano Ronaldo chuta e De Gea não segura a batida, falhando no segundo gol português

Em desvantagem no marcador, a Espanha voltou para a etapa final pressionando Portugal. Com uma linha de marcação mais adiantada, os espanhóis acuaram os portugueses. E a postura não demorou para dar resultado. Aos 9, a bola foi levantada na área, Busquets tocou de cabeça para dentro e Diego Costa, mostrando oportunismo, igualou o placar novamente.

A euforia tomou conta da seleção espanhola, que no lance seguinte ao empate, chegou a virada. Após troca de passes pelo lado esquerdo do ataque, Isco tentou bater para o gol, mas a bola desviou na zaga portuguesa e sobrou para Nacho, de fora da área, bater forte e estufar a rede de Rui Patrício. Antes de entrar, a bola ainda tocou nas duas traves. Golaço.

A virada fez com que o treinador Fernando Santos mudasse a seleção portuguesa, para tentar segurar a intensidade dos espanhóis. João Mario entrou no lugar de Bruno Fernandes e Ricardo Quaresma substituiu Bernardo Silva.

As alterações deixaram Portugal mais forte no meio e veloz no ataque, porém a Espanha conseguiu neutralizar as jogadas adversárias e De Gea foi pouco acionado. O técnico português insistiu na busca pelo empate e colocou André Silva em campo, no lugar de Gonçalo Guedes.

O camisa 9 pouco fez e não conseguiu ajudar Portugal. Coube mais uma vez ao craque Cristiano Ronaldo empatar o duelo. Aos 42 minutos do segundo tempo, o atacante sofreu falta na entrada da área e foi para cobrança. Com muita categoria, CR7 tirou da barreira e mandou a bola no ângulo de De Gea, que nada pode fazer: 3 a 3.

Ouça os gols da partida: