Griezmann elogia elenco francês e vibra com título mundial: “é algo gigante”

  • Por EFE
  • 15/07/2018 17h58
EFEGriezmann fez gol em cobrança de pênalti na final

Eleito pela Fifa como melhor jogador da final da Copa do Mundo, o atacante Antoine Griezmann classificou a conquista do torneio pela França como “algo gigante” e se disse muito orgulhoso pelo desempenho de seus companheiros.

“Ainda é muito cedo para dizer o que significa tudo isso, mas ganhar uma Copa é algo gigante. Me sinto muito orgulhoso dos jogadores, do treinador, da comissão técnica e do resto da equipe. Somos um grupo unido, e a nossa força é incrível. Hoje fizemos história”, disse em entrevista coletiva o atacante do Atlético de Madrid, que marcou, de pênalti, o segundo gol da vitória francesa por 4 a 2 sobre a Croácia neste domingo, no estádio Luzhniki, em Moscou.

Griezmann enfatizou a união do elenco francês como fundamental para a conquista. “Vimos nesta Copa. Quando se está unido, tudo funciona, e ao meu lado tenho companheiros que são extraordinários. Entrei para a história, sobretudo, pela equipe. Nossos filhos ficarão orgulhosos de nós”, disse.

O atacante também elogiou os jogadores que se juntaram à base do elenco que sofreu a decepção de perder a Eurocopa em casa na final contra Portugal, em 2016.

“Houve mudanças, e os jogadores que chegaram foram bons para a equipe. Temos Lucas (Hernández) e Kylian (Mbappé)… O que contribuíram foi positivo para nós”, afirmou, além de destacar a leitura tática feita pelo treinador Didier Deschamps antes do jogo.

Enrolado em uma bandeira do Uruguai que lhe foi entregue por um jornalista do país sul-americano durante a entrevista, Griezmann foi perguntado se acredita ter chances de conquistar a Bola de Ouro de melhor jogador do mundo, que será entregue pela Fifa em setembro.

“São as pessoas que vão votar, vamos ver o que vai acontecer. Estou pensando que tenho uma Supercopa da Europa, que espero ganhar (do Real Madrid). Espero ter uma boa atuação e ajudar minha equipe, mas antes quero curtir este momento com a minha família e as pessoas da França e aproveitar as férias”, afirmou.