Hazard pode subir de patamar por desempenho contra o Brasil, diz ídolo belga

  • Por EFE
  • 06/07/2018 10h06
EFEHazard (10) é um dos grandes astros da Bélgica

O ex-atacante e técnico Marc Wilmots, que dirigiu a seleção belga de 2012 a 2016, disse acreditar que o meia Eden Hazard subirá de patamar no futebol internacional caso tenha uma boa atuação na partida contra a Seleção Brasileira, nesta sexta-feira (6), pelas quartas de final da Copa do Mundo.

“Acho que esta será a partida de Eden. Ele tem a chance de passar para uma categoria superior. Tenho certeza de que pode chegar lá por suas acelerações e sua busca pelo gol. É o capitão e tem orgulho de ser”, declarou Wilmots em entrevista publicada nesta sexta pela emissora de rádio e televisão belga “RTBF”.

Wilmots esteve em quatro Copas pela Bélgica, de 1990 a 2002, e nesta última marcou três gols, mas foi eliminado nas oitavas de final justamente pelo Brasil. Depois, dirigiu os ‘Diabos Vermelhos’ no Mundial de 2014 e na Eurocopa de 2016, caindo nas quartas de final nas duas ocasiões.

“Hazard, sozinho, tem a capacidade de incendiar o jogo. Ele tem agora um papel de maior liberdade que quando jogava comigo. Vejo a Bélgica com chances de eliminar o Brasil porque tem talento em todos os setores”, comentou.

Por outro lado, o treinador admitiu preocupação com os espaços deixados pela defesa belga nas laterais. Para ele, se esses problemas forem corrigidos, a equipe tem chances de voltar às semifinais após 32 anos.

“Há experiência, mérito e união. Acredito que a equipe tem tudo que é preciso para fazer história e continuar fazendo o país sonhar. Agora que estou na Bélgica, vejo as bandeiras nas ruas, por todas as partes nas casas. Há algo que foi criado, um patriotismo. Isso é o que de mais bonito conseguimos fazer”, enalteceu.