Comemoração do Brasil é vista como imitação do choro de Quico, mas era referência a jogo de videogame

  • Por Jovem Pan
  • 02/07/2018 13h49 - Atualizado em 02/07/2018 15h51
WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDOJogadores se abraçaram e depois fizeram a comemoração irônica

A Seleção Brasileira apresentou uma comemoração inusitada depois do gol de Roberto Firmino, na vitória por 2 a 0 contra o México. Eles colocaram o braço no rosto, o que foi visto como uma imitação do choro de Quico, personagem da série mexicana Chaves. Depois, porém, foi esclarecido que se tratava de uma referência ao jogo de videogame “Counter Strike”

O gol saiu depois que Neymar recebeu passe de Fernandinho, finalizou para a meta, o goleiro Ochoa desviou, e o rebote sobrou nos pés de Firmino. Então o atacante do Liverpool marcou e abraçou o jogador do PSG para agradecê-lo.

Depois os atletas fizeram a comemoração inusitada, que virou sucesso nas redes sociais, por ter sido interpretada da forma errada. Na verdade não era o choro de Quico. Era a reação de um personagem  ao ser atingido por uma “Flash Bang”, uma espécie de “bomba de luz”. Na comemoração Neymar fez o gesto de soltar uma bomba.

Antes, no começo do 2º tempo, Neymar tinha aproveitado assistência de Willian e aberto o placar. Com a vitória, o Brasil foi para as quartas de final da Copa do Mundo e vai enfrentar Bélgica ou Japão.