Mandzukic diz que Croácia vive “momento especial” e que “cansaço não existe”

  • Por EFE
  • 09/07/2018 16h00 - Atualizado em 09/07/2018 16h10
EFEO atacante Mario Mandzukic é uma das referências da seleção croata

O atacante Mario Mandzukic reconheceu nesta segunda-feira (9) que a Croácia está há anos esperando a chance de fazer algo grande no cenário mundial do futebol e afirmou que, apesar do cansaço, todos da seleção estão preparados para o duelo com a Inglaterra nas semifinais da Copa do Mundo.

Em entrevista coletiva realizada em um campo próximo ao estádio Luzhniki, em Moscou, palco do confronto de quarta, Mandzukic disse que a Croácia está vivendo um “momento especial” e que os jogadores deixarão até a última gota de suor em campo para poder disputar a grande final do Mundial no próximo domingo.

“Estamos há anos esperando a chance de fazer algo grande com a seleção. E agora que estamos tão perto da final, o cansaço não existe. Apesar de termos disputado 120 minutos nas oitavas e nas quartas, estamos preparados”, garantiu o atacante. Mandzukic também afastou o rótulo de favorito tanto para croatas como para os ingleses. “Está 50% para cada equipe. As duas merecem estar nas semifinais”, ressaltou.

No entanto, o artilheiro ressaltou a confiança em seus companheiros de seleção, citando o momento histórico para a Croácia, que repetiu o feito de 1998 e voltou às semifinais de um Mundial.

“Mas não há pressão. Se em algum momento do torneio a sentimos foi nas oitavas de final, na partida contra a Dinamarca. A partir disso, ela se diluiu e simplesmente estamos aproveitando tudo o que está ocorrendo. Estamos curtindo o fato de estar nas semifinais do Mundial”, indicou o jogador da Juventus.

Mandzukic também fez elogios aos adversários. “Acho que Harry Kane está fazendo um bom campeonato, da mesma forma que Raheem Sterling, mas seria injusto falar só deles porque todos os integrantes da equipe estão bem”, destacou.

Sobre a Croácia, o artilheiro destacou a liderança do meia Luka Modric. “É o nosso capitão e nosso guia. É um dos melhores jogadores do mundo e, para nós, seu equilíbrio é fundamental. Seria fantástico que ele ganhasse a Bola de Ouro. Seria merecido”, afirmou.

Confira a cobertura completa da Copa 2018!