Müller e Özil não viajam e desfalcam a Alemanha contra o Brasil

  • Por Estadão Conteúdo
  • 24/03/2018 13h48 - Atualizado em 24/03/2018 15h02
Srdjan Suki/EFEAutor do gol da Alemanha no empate por 1 a 1 com a Espanha, Thomas Müller não enfrentará o Brasil

A Alemanha não terá força máxima para encarar a Seleção Brasileira na próxima terça-feira, às 15h45 (de Brasília), em amistoso que será disputado em Berlim. A federação de futebol do país informou que o meia Mesut Özil e o atacante Thomas Müller serão desfalque para o técnico Joachim Löw.

A entidade usou sua página no Twitter para anunciar que os dois jogadores, que estiveram em campo no 7 a 1, não embarcaram com o restante do elenco para Berlim.

A Alemanha viajou na noite da última sexta-feira, horas depois de empatar com a Espanha por 1 a 1, em amistoso disputado na cidade de Düsseldorf.

Özil e Müller participaram normalmente da partida e tiveram destaque. O meia do Arsenal exibiu a conhecida qualidade nos passes, enquanto o atacante do Bayern de Munique marcou o único gol da Alemanha no confronto.

Ambos serão poupados. Havia um acordo com os seus clubes de que eles apenas participariam de um dos amistosos disputados nesta semana. E os dois preferiram jogar contra a Espanha, na sexta-feira.

Outro que não enfrentará o Brasil é o meia Emre Can, do Liverpool. Ele sentiu dores nas costas e foi liberado pela comissão técnica alemã.

Além dele, Sami Khedira, com problemas nas costas, deve ganhar uma folga, sendo substituído por Ilkay Gündogan.

Do time que disputou a semifinal contra o Brasil há quatro anos e ganhou por 7 a 1, apenas dois jogadores podem estar em campo: Toni Kroos e Boateng, além de Draxler e Ginter, que estavam no banco em 2014.

Em entrevista publicada no site oficial da Federação Alemã de Futebol (DFB), Löw confirmou que vai usar a partida contra o Brasil para fazer testes. “Eu pretendo colocar Marvin Plattenhardt em Berlim”, disse, indicando também para a entrada de Leroy Sané. “Terei pelo menos três mudanças”, disse.