Tunísia vence de virada e deixa Panamá como pior seleção da Copa de 2018

  • Por Jovem Pan
  • 28/06/2018 16h55 - Atualizado em 28/06/2018 16h56
EFEKhazri comemora segundo gol da Tunísia contra Panamá

Como já estavam eliminadas e tinham sofrido duas goleadas, as seleções de Tunísia e Panamá se enfrentaram só para fugir do posto de pior equipe da Copa do Mundo de 2018, nesta quinta-feira (28). E quando a bola rolou, a seleção panamenha mostrou que merecia ficar com este título. Afinal a Tunísia foi superior e conseguiu a vitória de virada, por 2 a 1, em Saransk, com gols de Ben Youssef e Khazri.

A Tunísia ficou com 3 pontos, em 3º lugar no Grupo G, em que se classificaram Bélgica e Inglaterra, nesta ordem. Já o Panamá teve a pior campanha da Copa, pois somou 0 ponto, fez apenas 2 gols e sofreu 9.

O jogo não foi fácil para a Tunísia. Inclusive a primeira metade da partida foi injusta. A equipe africana criou uma enorme quantidade de chances de gol, mas não conseguiu abrir o placar. Erros de finalização e defesas do goleiro Penedo comprometeram.

E o Panamá, que só ficou na defesa, conseguiu um gol com pitada de sorte. Aos 33min, José Rodríguez chutou de fora da área, a bola desviou em Meriah e entrou. A Tunísia reagiu bem, continuou melhor em campo, criou mais oportunidades, mas não conseguiu marcar no 1º tempo.

O empate só saiu depois do intervalo. Aos 5min, Sliti recebeu a bola na direita e tocou rasteiro para Ben Youssef só completar com um toque para o gol.

Isso deixou o jogo mais aberto, pois o Panamá largou a retranca e até criou uma boa chance aos 17min, quando Barcenas ficou de frente para o goleiro, mas chutou em cima dele.

E apenas 3 minutos depois, a Tunísia conseguiu o segundo gol. Após boa tabela na ponta esquerda, Khazri recebeu um passe na pequena área e empurrou a bola para a rede.

A Tunísia se acomodou após o segundo gol. O time recuou e até o técnico fez alterações para segurar o resultado. O Panamá teve mais posse de bola e só conseguiu criar uma grande chance de gol. Godoy tentou acertar um chute de voleio nos acréscimos e por pouco não mandou a bola no gol.