Varane nega favoritismo à França: “todas equipes que restam são fortes”

  • Por EFE
  • 07/07/2018 11h15
EFERaphael Varane fez elogios aos belgas, adversários da semifinal do mundial na Rússia

Autor do primeiro gol da França na vitória sobre o Uruguai por 2 a 0 nesta sexta-feira (7), pelas quartas de final da Copa do Mundo, o zagueiro Raphael Varane rejeitou o favoritismo e enalteceu a força das seis seleções que ainda estão vivas na competição.

Com a eliminação da Seleção Brasileira, apenas França e Inglaterra já conquistaram títulos entre as equipes que seguem no Mundial na Rússia. A vencedora de 1966 jogará neste sábado (7) contra a Suécia para também ir às semifinais.

“Queremos ser campeões do mundo para orgulhar os franceses, mas não é uma missão simples. Todas as equipes que restam são fortes, e não há favoritos”, declarou o defensor do Real Madrid em entrevista coletiva na concentração da campeã mundial de 1998 na Rússia, em Istra.

Na visão de Varane, a França está um pouco à frente da Bélgica, adversária nas semifinais, mas fez elogios aos Diabos Vermelhos, que nesta sexta derrotaram o Brasil por 2 a 1 em Kazan.

“A Bélgica certamente será uma adversária muito difícil, teremos que dar o melhor de nós mesmos. Acho que somos uma equipe mais completa, estamos crescendo e amadurecendo”, comentou o zagueiro, que enalteceu a versatilidade dos Bleus.

“Nosso time consegue fazer jogadas rápidas, mas também fazer jogadas combinadas para chegar à área adversária. Contra o Uruguai, respondemos ao desafio físico e demonstramos que podemos variar o nosso jogo. Acho que esse é um de nossos pontos fortes”, considerou.

Confira a cobertura completa da Copa 2018!