Corinthians é absolvido em primeira instância no STJD no caso Petros

  • Por Jovem Pan
  • 27/10/2014 16h13
durante o treino esta tarde no CT Joaquim Grava, Parque Ecologico do Tiete, zona leste de Sao Paulo. O próximo jogo da equipe será dia 20/04, contra o Atletico MIneiro, valido pela 1a. rodada do Campeonato Brasileiro de 2014. Sao Paulo / SP - Brasil - 07/04/2014. Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. CorinthiansPetros já treina com elenco corintiano

Por unanimidade (quatro votos a zero), o Corinthians foi absolvido em primeira instância do caso do suposto registro irregular do volante Petros. Mesmo com a absolvição em primeira instância, a procuradoria no Pleno do STJD ainda pode pedir um recurso. Segundo o julgamento ocorrido nesta seguda-feira, o juri considerou que o erro foi cometido pela CBF e a FPF, que foram condenadas a pagar R$ 10 mil cada.

Segundo a procuradoria, o jogador do Corinthians teria atuado de forma irregular na partida contra o Coritiba, em partida váldia pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Caso o Timão perdesse o caso ele seria punido com a perda de quatro pontos (três pela irregularidade e um pelo empate na partida, que acabou em 0 a 0).

O clube e as instituições foram enquadrados no artigo 214 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva): “Incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente”.

Petros apareceu no BID da CBF no dia 1º de agosto, uma sexta-feira, mas o contrato registrado na Federação Paulista de Futebol tem data de 2 de agosto. O ex-penapolense enfrentou o Coritiba no dia 3 de agosto. O Corinthians se defende dizendo que cumpriu os requisitos necessários para escalar o atleta: ter seu nome publicado no BID e ter um contrato válido.