Corinthians e San Lorenzo empatam sem gols e 2ª vaga do grupo fica aberta

  • Por Jovem Pan
  • 16/04/2015 23h56
Jogo na Arena foi equilibrado e disputado. Vagner Love (foto) não fez boa partida e acabou substituído

Não dá para se imaginar que um jogo contra o atual campeão da Libertadores seja fácil, mas a expectativa era que o San Lorenzo não fosse um rival tão complicado para o Corinthians nesta noite de quinta-feira (16). O time argentino, que não faz campanha espetacular, engrossou diante do líder do Grupo 2 e conquistou um importante empate para tentar passar o São Paulo na última rodada da primeira fase. Com o resultado de 0 a 0, o Timão assegurou a primeira colocação da chave mas perdeu as chances de ficar em primeiro na classificação geral.

Logo nos primeiros movimentos o Corinthians buscou o ataque, numa mostra do que poderia ser a etapa inicial. Mas não foi. Apesar de Love quase marcar, em impedimento, após Torrico espalmar, aos poucos o time argentino foi equilibrando as ações e achando espaços. Em tabela com Romagnoli, Blanco finalizou com desvio e a bola passou muito perto da trave esquerda. Na cobrança do escanteio, ela pegou em Caruzzo e por pouco não foi para a meta. O Timão respondeu com chute de Renato Augusto de longe que o goleiro espalmou.

Conforme os minutos passavam, o panorama ficava mais equilibrado e definido, com o Corinthians sofrendo com a bola aérea e algumas tabelas rivais e chegando com perigo nas finalizações de Renato Augusto. A tensão se fazia presente em cada jogada, num clima típico de Libertadores. E o San Lorenzo conseguia mostrar um futebol e uma organização superiores ao que se viu na partida diante do São Paulo em Buenos Aires. O intervalo chegou com um justo empate sem gols.

A equipe brasileira voltou à partida tentando fazer aquilo que não tinha feito na etapa inicial. Mais ligados, os corintianos passaram a pressionar no campo adversário e fazer jogadas rápidas. A primeira chance surgiu em cruzamento rasteiro que por pouco Love não alcançou para mandar pra dentro. O problema é que, a exemplo do que acontecera antes, o San Lorenzo voltou a engrossar e equilibrar as ações.

O panorama ficou novamente diferente daquilo que o Corinthians gosta. O adversário conseguia amarrar o jogo, evitava grandes riscos e ainda saía de vez em quando em contra-ataque. Até porque o empate não é mau resultado para o San Lorenzo, que torcerá para o adversário desta noite vencer o São Paulo no Morumbi na última rodada. Assim, a partida se arrastou sem grandes emoções até o fim, com exceção de cobrança de falta de Jadson que passou raspando junto à trave esquerda.

Com o ponto conquistado, o Corinthians foi a 13 pontos e assegurou a primeira colocação. Já o San Lorenzo manteve suas chances de classificação para o mata-mata – para isso, precisa vencer seu último duelo e o São Paulo não ganhar. O alvinegro volta a campo pela Libertadores na próxima quarta-feira (22) contra o São Paulo no Morumbi. Já o argentino recebe o eliminado Danubio no Nuevo Gasometro.