Corinthians empata sem gols com Nacional fora de casa pela Libertadores

  • Por Jovem Pan
  • 27/04/2016 21h44
EFE Corinthians e Nacional

O Corinthians chegou as oitavas de final da Libertadores com foco total na competição, após ser surpreendentemente eliminado no Campeonato Paulista pelo Audax. Para o maior desafio do ano até o momento, foi a campo determinado a conseguir um bom resultado e com Rodriguinho no time titular, no lugar de Guilherme, sacado por Tite depois de ser muito criticado pela torcida.

Com a bola rolando no estádio Parque Central, em Montevidéu, o Nacional partiu para cima e no primeiro minuto de jogo chegou com perigo pela esquerda, quando Fernandez invadiu a área e foi bloqueado por Ramirez na tentativa de cruzamento. Aos cinco minutos, o alvinegro conseguiu cadenciar o jogo, após sofrer pressão no início.

O Corinthians teve duas chances aos seis e sete minutos: em cruzamento de Lucca, López cabeceou contra a própria meta, mas Conde fez a defesa; em seguida, Alan Mineiro alçou a bola na área e Yago cabeceou com perigo, mas o árbitro já assinalava falta de ataque.

Na sequência, após boa trama corintiana, Rodriguinho encontrou espaço na entrada da área e arriscou o chute, que passou sobre o gol uruguaio. O Nacional deu o troco a seguir, quando Elias cortou mal na entrada da área, Nico López ganhou de Felipe na corrida e finalizou a esquerda de Cássio.

Aos 20 minutos, o Corinthians tinha 70% da posse de bola e trocava passes com inteligência, entretanto, o Nacional era perigoso em suas investidas. Aos 28 López teve grande chance, cara a cara com Cássio, mas a finalização acabou indo pra fora. O primeiro tempo transcorreu brigado até o final, com muitas disputas corpo a corpo. Depois do encerramento da etapa inicial, Elias e Polenta se estranharam e levaram cartão amarelo.

Segundo tempo

Os times voltaram a campo sem alterações. O Nacional adiantou a marcação e passou a reter mais a bola, sem conseguir pressionar o Corinthians, contudo, que marcava bem. Apostando no jogo aéreo, o time uruguaio teve chances com Victorino, aos 14, e com Fucile, aos 16, mas nenhum dos lances levou perigo à meta de Cássio.

Em mais uma tentativa pelo alto, Fernandez cabeceou firme e Cássio espalmou para o meio da área. Fagner chegou antes de López no rebote e afastou. O goleiro corintiano sentiu a coxa e precisou de atendimento médico após o lance, mas recuperou-se e seguiu na partida.

Aos 24, Tite sacou Alan Mineiro, que deu lugar a Marlone. Rodriguinho, que fez boa primeira etapa, sumiu do jogo – por isso o Timão não conseguia articular as jogadas. Em busca de mais força ofensiva, aos 34 minutos o treinador alvinegro colocou Romero no lugar de André.

Os anfitriões voltaram a assustar quando Espino fez bom cruzamento e Romero desviou por cima do gol. Já na reta final da partida, diante do panorama do jogo, o Corinthians adotou postura mais cautelosa, sabendo que empate não era mau resultado. E não foi. Com o 0 a 0, o Timão precisa de uma vitória simples na próxima quarta-feira (04), às 21h45, na Arena Corinthians.