Corinthians marca nos acréscimos, vence o Oeste mantém escrita contra adversário

  • Por Jovem Pan
  • 27/02/2016 23h00
SP - PAULISTÃO/CORINTHIANS E OESTE - ESPORTES - O jogador Rodriguinho do Corinthians durante a partida entre Corinthians e Oeste, válida pela 7ª rodada do Campeonato Paulista 2016, na Arena Corinthians, em São Paulo (SP), neste sábado (27). 27/02/2016 - Foto: RODRIGO GAZZANEL/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDORodriguinho foi o herói corintiano ao marcar

O Oeste de Itápolis não tem boas lembranças dos confrontos diante do Corinthians: em sete jogos contra o adversário até 2016, havia perdido os sete. Neste sábado (27), pela sétima rodada do Campeonato Paulista, a história parecia que seria diferente. Parecia. Em plena arena, o time do interior de São Paulo conseguiu segurar o Timão até os acréscimos, quando Rodriguinho conseguiu fazer o gol que decretou o placar de 1 a 0.

Jogando em casa, o alvinegro tomou a iniciativa desde os primeiros minutos, mas só assustou o adversário aos 16, em trama que acabou com cruzamento de Fagner para Rodriguinho que foi cortado no último instante. O Oeste conseguia amarrar o jogo e fazer o tempo passar, como se propunha desde o começo.

A situação só mudou no fim da primeira etapa, quando o time da casa começou a passar melhor a bola para desenrolar a defesa rival. Mas faltou pontaria, como em lance no qual Uendel tabelou com Lucca e bateu por cima do gol. Na sequência, Guilherme e Lucca erraram ao tentar cabecear uma bola cruzada por Giovanni Augusto. Por fim, Giovanni passou para Fagner, que saiu da marcação e bateu para fora.

Depois do intervalo, o Oeste voltou mais ousado e disposto a equilibrar as ações. Aos 10 minutos, o pequeno Mazinho apareceu na área pelo lado direito e conseguiu cabecear muito perto da trave, assustando a torcida na arena. O Corinthians tentou com chute de Giovanni Augusto que obrigou o goleiro Fábio a defender, mas o lance já havia sido parado por conta de uma falta do meia.

Com o passar do tempo, o alvinegro passou a pressionar mais. Luciano usou um toque de categoria para tirar da zaga e deixar Bruno Henrique na cara do gol, mas o volante errou o domínio e perdeu a chance. Pouco depois, Romero tentou cruzar a bola na área e acabou mandando a redonda direto para o gol. Fábio, atento, mandou para escanteio. A mesma sorte faltou ao paraguaio quando, ao tentar dominar, errou e deixou a bola bater em sua perna.

As emoções só aumentaram mesmo nos minutos finais. João Gabriel cobrou falta pela direita e, ao invés de cruzar, mandou direto para o gol e exigiu boa defesa de Matheus Vidotto. Do outro lado, Fagner cruzou e Daniel Gigante quase fez contra. Na sequência, Yago aproveitou bola sobrada na área e acertou o braço do adversário, mas o árbitro mandou seguir. A insistência deu resultado nos acréscimos: Uendel fez boa jogada pela esquerda e cruzou rasteiro para Rodriguinho chutar forte e abrir o placar.

A vitória aumentou a vantagem do Corinthians na liderança do Grupo D. Agora, a equipe lidera com 17 pontos, contra 11 do Água Santa. Na próxima rodada, o adversário será o Santos na Vila Belmiro. Já o Oeste se manteve com seis pontos na lanterna do Grupo A e agora terá pela frente o Água Santa em Itápolis.