Corinthians sai na frente, mas toma quatro gols, e é eliminado pelo Atlético-MG

  • Por Jovem Pan
  • 15/10/2014 23h56

Guilherme marcou dois gols e ajudou o Atlético-MG a vencer o Corinthians por 4 a 1 e se classificar

Guilherme comemora gol do Atlético-MG contra o Corinthians

Foi com mais emoção do que muitos imaginavam. Logo no começo da partida, o Corinthians largou em vantagem no Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG), e deixou a situação razoavelmente mais tranquila, já que havia vencido o Atlético-MG por 2 a 0 no jogo de ida e, assim, precisaria tomar quatro gols para ser eliminado. Porém, o Galo não estava nada disposto a facilitar a vida do rival e virou o jogo ainda no primeiro tempo. Na etapa complementar, os atleticanos chegaram ao terceiro gol e colocaram muito fogo na decisão. Foi então que, aos 42, após cobrança de escanteio, Edcarlos apareceu para fazer o quarto gol e garantiu a suada classificação para o Atlético-MG. Placar final: 4 a 1.

O Corinthians largou em vantagem no primeiro tempo, com gol marcado por Paolo Guerrero, mas o Atlético-MG, ainda na etapa inicial, virou a partida, com gols marcados por Luan e Guilherme. No segundo tempo, Guilherme marcou o terceiro gol a favor do Atlético-MG e Edcarlos fez o quarto, já nos minutos finais, para levar o Galo adiante.  

O Atlético-MG enfrenta, nas semifinais da Copa do Brasil, o Flamengo, que passou pelo América-RN e também segue adiante no torneio. Vale lembrar que o campeão da competição ganha vaga na fase de grupos da Copa Libertadores do ano que vem.

O jogo – O Corinthians começou melhor desde os primeiros minutos e o primeiro gol não demorou a sair. Logo aos quatro minutos, Guerrero ganhou de Jemerson, após chutão, e bateu cruzado, sem chances de defesa para Victor. A bola pegou na trave antes de entrar: 1 a 0.

O Timão deu um passo imenso rumo à classificação para as semifinais, já que o Atlético-MG agora precisava ganhar por três gols de diferença.

O primeiro lance de maior perigo do Atlético-MG foi aos oito minutos, quando Dátolo cobrou falta e obrigou Cássio a mandar a bola para escanteio. Cinco minutos mais tarde, Marcos Rocha finalizou da direita, mandando uma pancada de fora da área, mas Cássio agarrou sem maiores dificuldades.

Tardelli quase empatou o jogo aos 21, quando ele fez tabela com Guilherme e fez a firme conclusão, mas o arqueiro do Corinthians espalmou e evitou a igualdade.

O Atlético-MG chegou ao empate aos 23. Guilherme fez cruzamento na área e Luan chegou para cabecear, sem chances de defesa para Cássio: 1 a 1.

Depois de sofrer o gol, o Corinthians respondeu rapidamente, quando Malcom fez boa jogada pela direita, passou por Douglas Santos e bateu cruzado, quase marcando o segundo da equipe paulista.

O Corinthians tomou um banho de água fria aos 31. Guilherme recebeu a bola, finalizou de fora da área e contou com um desvio da bola no zagueiro Felipe para enganar Cássio e virar a partida: 2 a 1.

Com dois gols em um curto espaço de tempo, o Galo ‘voltou’ para o jogo e deu um grande ânimo para sua torcida, que passou a cantar mais alto. Os atleticanos chegaram a tomar um susto aos 37, quando Jemerson cortou cruzamento e Renato Augusto e a bola sobrou para Guerrero. O peruano finalizou forte e quase empatou o duelo.

O Atlético-MG quase marcou o terceiro gol aos 42, quando Guilherme deu belo lançamento para Tardelli e, na pequena área, o camisa 9 desviou de cabeça, mas Cássio fez uma excelente defesa. O primeiro tempo terminou com o Atlético-MG em vantagem.

Logo no primeiro minuto do segundo tempo, Maicosuel, que entrou no intervalo, no lugar de Luan, invadiu a área e finalizou, mas Cássio fez excelente defesa e evitou o terceiro gol do Galo mineiro.

Tomando sufoco em alguns momentos, o Corinthians chegou com perigo aos sete, quando Renato Augusto bateu colocado e quase acertou o gol defendido por Victor.

Com 13 minutos no relógio, Renato Augusto fez cruzamento da esquerda para Guerrero, o peruano desviou a bola no meio da área, mas o arremate foi por cima do gol atleticano.

O Galo acertou bola na trave aos 15, quando Carlos recebeu passe de Josué, ajeitou e finalizou forte de fora da área. A esfera atingiu o poste direito do gol de Cássio.

Guilherme voltou a marcar, aos 29, quando aproveitou a sobra de bola e mandou o chute no canto do gol de Cássio, fazendo 3 a 1.

O jogo ficou tenso para o Corinthians, já que o Galo precisava de apenas mais um gol para reverter a vantagem rival e se classificar. Os donos da casa chegaram com perigo, aos 31, mas Cássio acabou ficando com a bola.

O técnico Mano Menezes resolveu promover algumas substituições no Corinthians, tirando Guilherme Andrade e Renato Augusto para colocar Elias e Danilo.

Logo em seu primeiro minuto no gramado, Danilo finalizou, mas Victor fez excelente defesa e evitou o segundo gol corintiano.

Aos 41, o Mineirão explodiu em festa. Após cobrança de escanteio efetuada por Dátolo, na primeira trave, Edcarlos apareceu para desviar de cabeça e fazer o quarto gol, que acabou sendo o da classificação do Atlético-MG.

O Corinthians tentou buscar o segundo gol, que renderia a classificação, mas não conseguiu. Após largar na frente, o Timão praticamente abdicou de atacar e acabou sendo ‘punido’. Virada incrível do Galo e vaga na semifinal. Festa no Mineirão!