Corinthians sofre “apagão” e é goleado pelo Fluminense por 5 a 2 no Maracanã

  • Por Jovem Pan
  • 30/11/2014 18h59
RIO DE JANEIRO (RJ), 30.11.2014 – FLUMINENSE X CORINTHIANS: Jogadores do Fluminense comemoram gol durante partida entre Fluminense x Corinthians, válida pelo Campeonato Brasileiro, no estádio do Maracanã. Foto: Ide Gomes/Frame/FolhapressFluminense goleia Corinthians no Maracanã

Virada inesperada. Foi essa que o Corinthians sofreu ao cair diante do Fluminense por 5 a 2, no Maracanã, em duelo válido pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. Além de sete gols, a partida teve arbitragem muito polêmica de Wilton Pereira, que assinalou três pênaltis duvidosos, dois para os donos da casa e um para os paulistas. Com esse resultado, o Timão ainda não garante vaga na Libertadores 2015 (caso o Grêmio não vença o Bahia, o time de Mano Menezes carimba seu passaporte). A vitória, para o Tricolor carioca, não serve de nada no torneio nacional.

O jogo teve dois textos bem distintos no Maracanã. Na primeira etapa, o Corinthians mandou na partida e abriu o placar logo no início com Guerrero. Antes do final da primeira etapa, Ralf fez contra e igualou tudo. Na volta dos vestiários, o Flu se aproveitou do “apagão” corintiano e virou a partida para 4 a 1. Danilo se aproveitou de bom cruzamento e diminuiu. Antes do apito final, Conca ainda anotaria um belo gol e decretaria a goleada Tricolor no Rio de Janeiro.

Com o resultado, o Corinthians ainda precisa de um ponto diante do já rebaixado Criciúma, na última rodada, para assegurar vaga na competição continental. O Fluminense, já sem pretensões no torneio, ainda enfrenta o já campeão Cruzeiro.

O jogo

O Corinthians iniciou o primeiro tempo com uma blitz aos donos da casa que acabou surtindo efeito. Logo aos quatro minutos, após boa jogada de Renato Augusto, Malcom saiu na cara de Diego Cavalieri. O jovem atacante bateu para ótima defesa do goleiro do Flu. No rebote, Paolo Guerrero, sempre ele, apareceu para estufar as redes e abrir o placar no Maracanã. Com o gol, o peruano chegou aos 16 no ano e agora é o artilheiro da temporada alvinegra.

Com a vantagem logo no início, o time do técnico Mano Menezes se postou no campo de defesa e começou a aguardar por uma boa chance de contra-ataque. Por isso, o Fluminense ganhou espaço, mas não conseguia incomodar Cássio. Aos 12, Fred cobrou falta perigosa direto pela linha de fundo, na melhor chance dos cariocas no começo do jogo.

O time do técnico Cristovão Borges carecia de criatividade e insistia nas bolas alçadas na área. Petros, bem no jogo, quase ampliou para o Corinthians. O volante pressionou Cavalieri, que saiu mal. Na sequência, Guerrero tentou gol por cobertura, mas Guilherme Mattis chegou bem para evitar o segundo dos alvinegros.

Aos 21 minutos, mais Corinthians no ataque. Renato Augusto cruzou na medida para Guerrero, que desviou bem e obrigou Diego Cavalieri e faz ótima defesa. Os paulistas não conseguiam converter as boas chances em mais um gol.

Já perto do fim, Conca achou Fred na área e o atacante emendou, de peixinho, para estufar as redes de Cássio. O lance, no entanto, já havia sido paralisado por impedimento do centroavante bem observado pelo assistente.

Antes do apito final, o Corinthians pagou pela sua falta de efetividade. Aos 39 minutos, Sóbis levantou na área, a bola passou por Fred e Ralf desviou errado, matando Cássio e deixando tudo igual no placar do Maracanã.,

Na volta dos vestiários, a superioridade corintiana viraria pó no Maracanã. No início, o Timão até criou chances com Guerrero e Malcom no ataque, mas novamente não conseguiu furar a zaga carioca. Aos oito minutos, Elias recebeu ótimo passe e, na cara do goleiro carioca, perdeu gol incrível.

Após a sequência de chances desperdiçadas, os donos da casa não perdoaram. Aos 12 minutos, Carlinhos cruzou na área, Fred brigou e Edson ganhou de Fábio Santos para virar a partida. Depois do gol, os cariocas cresceram e Conca quase marcou o terceiro em arremate de fora da área, que assustou o goleiro Cássio. 

O argentino começaria sua ótima atuação aos 17, quando invadiu a área e caiu com a chegada de Gil. O árbitro Wilton Pereira viu pênalti do zagueiro corintiano, para desespero dos paulistas. Fred cobrou com frieza e ampliou a vantagem dos donos da casa. Três minutos depois, o juiz goiano anotaria outra penalidade para o Tricolor carioca. Desta vez, em falta de Fábio Santos cometida em Kennedy, fora da área. O técnico Mano Menezes se revoltou com a marcação e acabou expulso. Na sequência, Fred converteu novamente e fez o quarto do Flu na partida.

Muito nervoso com a arbitragem, o Corinthians não conseguia reagir e incomodar Diego Cavalieri. Luciano e Jadson entraram e deram mais velocidade ao ataque alvinegro. Aos 30, Marlon cometeu falta em Renato Augusto e foi expulso. Com um a mais, o time alvinegro ainda sonhava com um improvável empate, que lhe renderia a confirmação da vaga na Libertadores do próximo ano.

Aos 37 minutos, Wilton Pereira viu outra penalidade questionável, desta vez para os visitantes. Edson trombou com Petros e corintiano caiu na área. Fábio Santos cobrou e Diego Cavalieri espalmou para escanteio. Na sequência, Jadson levantou na cabeça de Danilo, que diminuiu para os corintianos.

Aos trancos e barrancos, o Corinthians ainda foi ao ataque para chegar a igualdade, mas esbarrou em duas incríveis defesas do arqueiro Tricolor. Se aproveitando do desespero alvinegro, Kennedy puxou contra-ataque, fez linda jogada e rolou para Conca. O argentino se livrou de Felipe e anotou um lindo gol no Maracanã, dando números finais ao duelo, que não carimbou o passaporte alvinegro para mais uma viagem pela América.