Corinthians volta à estaca zero em negociações por “naming rights” da Arena

  • Por Jovem Pan
  • 01/09/2016 22h42

Construção da Arena Corinthians supostamente envolveu pagamentos de propina por parte da Odebrecht

Construção da Arena Corinthians supostamente teve pagamentos de propina por parte da Odebrecht

A novela dos “naming rights” da Arena Corinthians deve se arrastar mais do que esperava o torcedor.

A negociação que estava em andamento acabou melando, de acordo com uma fonte ligada à diretoria do Corinthians. A informação foi obtida em primeira mão pelo setorista Jovem Pan André Ranieri.

O clube tinha em mãos um acordo de R$ 460 milhões para ceder o nome do estádio a uma determinada empresa. Uma pessoa ligada à diretoria, porém, disse haver uma segunda proposta melhor.

O Corinthians desistiu da primeira para investir na segunda, que também não prosperou.

Assim, o acordo não deve sair tão cedo.

O Corinthians diz estar “perto” de fechar os “naming rights” da Arena ao menos desde o fim de 2015. Em julho de 2016, o diretor de futebol Edu Ferreira disse que o acordo seria concluído “nas próximas semanas“. Quase dois meses depois, não foi…