Coronel Nunes assume presidência da CBF após nova licença de Del Nero

  • Por Agência Estado
  • 07/01/2016 15h02
BELÉM, PA, 16.12.2010: FUTEBOL-PARAENSE - O presidente da Federação Paraense de Futebol, Antônio Carlos Nunes, durante o 1º Encontro Sobre Gestão Esportiva na sede do Pará Clube em Belém, nesta quinta-feira (16). (Foto: Antônio Cícero/Fotoarena/Folhapress)Coronel Nunes é aliado de Marco Polo Del Nero e assumirá a presidência da CBF caso o cartola seja afastado ou preso

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou um novo presidente provisório ainda nesta quinta-feira. Marco Polo Del Nero se reuniu com a cúpula da entidade durante a manhã e apresentou um novo pedido de licença do cargo. Com isso, ele nomeou o coronel Antônio Carlos Nunes como novo mandatário da entidade que dirige o futebol brasileiro. A CBF divulgou uma nota oficial para oficializar a alteração. Essa foi a terceira mudança na presidência da entidade em pouco mais de um mês. 

A nomeação era esperada desde terça-feira, quando Del Nero interrompeu sua licença de cinco meses para apear o deputado federal Marcus Vicente (PP-ES) da presidência interina. Vicente havia assumido no início de dezembro, mas teve o mandato abreviado por conduzir a CBF de forma mais independente do que o esperado por Marco Polo, que assumira em abril de 2015 com mandato até 2019.

Com a nomeação de Nunes, coronel da reserva da Polícia Militar do Pará, Del Nero tem novamente a garantia de que continuará exercendo o controle sobre a CBF, mesmo licenciado. Antônio Carlos Nunes é aliado e se diz “amigo de longa data” do cartola

Presidente da federação paraense de futebol há seis mandatos, o coronel Nunes, de 77 anos, foi eleito vice-presidente da CBF pela região sudeste em meados de dezembro. A manobra serviu para tirar do catarinense Delfim de Padua Peixoto Filho, 74, o direito de assumir a presidência em caso de impedimento de Marco Polo Del Nero, já que o estatuto estabelece que, nesse caso, quem assume é o vice mais velho.