Crise financeira no Rio compromete a segurança dos jogos olímpicos

  • Por Jovem Pan
  • 06/04/2016 15h29
Complexo de Deodoro receberá provas no Rio 2016

 O Rio de Janeiro vive sua crise financeira mais aguda e dá sinais de que a falta de verbas poderá comprometer a segurança durante a realização dos jogos olímpicos.

O estado investiu na formação de recrutas que seriam responsáveis pela segurança do evento, com um treinamento que originalmente tinha uma carga horária das 8h às 18h.

Com a necessidade de cortes, o governo entendeu que oferecer até quatro refeições por dia para 1500 recrutas tinha um custo muito elevado, e optou por mudar a carga horária que passou a ser das 8h às 12h, de forma que a responsabilidade pela alimentação deixaria de ser do estado.

O prazo de capacitação que seria até julho e habilitaria o uso de armas de fogo nas Olimpíadas, será estendido para depois do evento, e boa parte do contingente não poderá fazer o policiamento com armas.

Informações: Rodrigo Viga