Cristiano Ronaldo bate Ribéry e Messi e leva Bola de Ouro 2013

  • Por Jovem Pan
  • 13/01/2014 17h04
Cristiano Ronaldo ganha a Bola de Ouro de 2013

A cerimônia de premiação da Bola da Ouro da Fifa 2013 foi realizada nesta segunda-feira em Zurique, na Suíça, e o grande vencedor foi Cristiano Ronaldo. O português, que foi escolhido o melhor jogador também em 2008, desbancou Lionel Messi e Franck Ribéry para conquistar o segundo troféu.

Mesmo sem vencer nenhum campeonato em 2013, Cristiano Ronaldo teve um ano fantástico. Pelo Real Madrid foi o vice artilheiro da temporada 2012/13 do Campeonato Espanhol, com 34 gols – atrás justamente de Messi, que balançou as redes 45 vezes.

Na Liga dos Campeões, mesmo com o Real Madrid caindo nas semifinais diante do vice campeão Borussia Dortmund, CR7 foi quem marcou mais gols na competição: 12. O bom desempenho rendeu a ele a renovação de contrato com o clube madrilenho até 2018. Não bastassem estes resultados, Cristiano Ronaldo ainda foi o personagem principal da classificação de Portugal para a Copa do Mundo 2014. A seleção portuguesa não conseguiu se classificar nas eliminatórias, e teve que disputar a repescagem com a Suécia, de Zlatan Ibrahimovic.

A disputa rendeu troca de farpas entre os atacantes do PSG e do Real Madrid, mas foi Cristiano Ronaldo quem levou a melhor. Na primeira partida, no Estádio da Luz, foi dele o único gol da partida. Na decisão, na Suécia, o português brilhou: marcou três vezes, confirmou a participação de Portugal no Mundial do Brasil.

O sueco Zlatan Ibrahimovic foi o grande vencedor do Prêmio Puskás, de gol mais bonito. O atleta do Paris Saint-Germain bateu Matic e Neymar com a sua espetacular acrobacia de fora da área em partida pela seleção sueca durante amistoso contra a Inglaterra. O curioso é que o lance foi ainda em 2012, mas ficou de fora da eleição do ano passado porter sido marcado depois do prazo de eleição. 

Como melhor técnico, o prêmio ficou com o alemão Jupp Heynckes, que levou o Bayern de Munique ao título do Campeonato Alemão e da Liga dos Campeões antes de dar espaço para Guardiola no clube bávaro. Como melhor tecnica do futebol feminino, foi eleita a também alemã Silvia Neid.

Pelé temabém foi homenageado na cerimônia, ganhando uma Bola de Ouro honorária. Quando em que o maior jogador de todos os tempos jogava, apenas europeus disputavam a eleição. Pelé se emocionaou muito em seu discurso, lembrando que era o único prêmio que faltava em sua carreira.  

Na eleição de melhor jogadora do mundo, a goleira alemã Nadine Angerer superou a americana Abby Wambach e a brasileira Marta como a melhor atleta de 2013*.

 

*Diferente do que foi publicado anteriormente, a premiação foi referente ao ano de 2013, e não 2012. A informação foi corrigida às 8h15 do dia seguinte.