Cuba perde quarto jogador por deserção na Copa Ouro

  • Por Agência EFE
  • 17/07/2015 09h44

A seleção cubana perdeu mais um jogador por deserção na Copa Ouro

Seleção de Cuba na Copa Ouro

A seleção de Cuba sofreu a quarta baixa por deserção após ser revelado que o atacante Ariel Martínez não viajou com a equipe a Baltimore, onde no sábado o combinado nacional enfrentará os Estados Unidos nas quartas de final da Copa Ouro 2015 da Concacaf.

De acordo com as versões extra-oficiais, a delegação cubana mantém um completo sigilo sobre o assunto. Martínez, ao término da última partida da primeira rodada do Grupo C, que Cuba disputou em Charlotte diante da Guatemala e ganhou por 1 a 0, triunfo que garantiu à seleção uma vaga nas quartas de final pela segunda vez consecutiva, terceira na história, se mostrou muito emocionado.

Os companheiros e técnicos da equipe pensaram que seu comportamento era fruto da grande alegria pelo triunfo perante a Guatemala e por ter conseguido a vaga nas quartas, mas logo após chegar ao hotel, Martínez desceu do ônibus, se dirigiu ao treinador Raúl González, o abraçou e disse que não seguiria com eles.

Imediatamente, o mesmo saiu correndo e se afastou sem que até o momento saiba qual é seu paradeiro. Nem a delegação oficial cubana ofereceu nenhum tipo de informação a respeito.

Antes da deserção de Martínez, já havia ocorrido o mesmo com Keiler García, Arael Argüllez e Dario Suárez,.

González, o técnico cubano, ao término da partida diante da Guatemala, se negou a responder perguntas relacionadas com as ausências dos jogadores García, Argüellez e Suárez.

“Estou aqui para falar de futebol e não de outras questões ou de política”, comentou González.

As deserções dos quatro jogadores cubanos, que aproveitaram a Copa Ouro para escapar de seu país e tentar iniciar uma nova vida fora de Cuba, não impediram que a equipe tenha avançado no torneio.