Cuca destaca preocupação com clima tenso para semifinal contra o Santos

  • Por Jovem Pan
  • 19/04/2016 08h34
SÃO PAULO, SP - 18.04.2016: PALMEIRAS X SÃO BERNARDO - O técnico Cuca, da SE Palmeiras, em jogo contra a equipe do São Bernardo FC, durante partida válida pela décima sexta rodada, quartas de final, do Campeonato Paulista, Série A1, na Arena Allianz Parque. (Foto: Cesar Greco / Fotoarena)Cuca preocupado com tensão entre Palmeiras e Santos

O Palmeiras não teve dificuldades para conseguir a vaga na semifinal do Campeonato Paulista na noite da última segunda-feira (18), ao bater o São Bernardo por 2 a 0, no estádio Allianz Parque. O resultado colocou o Verdão frente à frente com o Santos, rival com quem decidiu dois títulos em 2015 – inclusive o Paulistão. Sabendo da grande tensão entre as duas equipes, o técnico Cuca falou, após a vitória sobre o Bernô, que o seu time precisará ter a cabeça no lugar para conseguir a vaga na final, em plena Vila Belmiro.

Nos últimos meses, palmeirenses e santistas vem se provocando via redes sociais. O mais provocador é o meia Lucas Lima, que ultimamente andou distribuindo alfinetadas ao clube alviverde por conta dos resultados ruins e a consequente eliminação do rival na Taça Libertadores da América.

“É um jogo de uma torcida só, mas esse negócio de motivação tem de ter muito cuidado. Temos de fazer com que o jogo seja natural, tomando cuidado com a violência também. Não podemos instigar a provocação disso ou daquilo porque depois acaba tornando uma coisa ruim. Mediremos forças e espero fazer um grande jogo”, comentou Cuca.

Com esse clima nada amistoso, o técnico palestrino destaca sua preocupação com possíveis expulsões que possam comprometer as chances de vitória fora de casa e a possibilidade de voltar novamente à final da competição.

“A rivalidade existe, mas ela tem de ser sadia. Temos de ir até o limite que o futebol permite para fazermos um bom jogo. Não adianta pensar em fazer coisas diferentes senão acaba tendo jogador expulso, e não é isso que a gente quer”, completou.

Já sobre a partida da última noite, Cuca elogiou a postura tática do Palmeiras no segundo tempo, que possibilitou o time a ter calma e serenidade para controlar as ações do adversário e matar a partida com o gol de Gabriel Jesus.

“(O São Bernardo) não teve medo e veio para cima. Jogou com um volante, mais dois meias e dois atacantes. Propôs o jogo, criou chances e deu correria. Nós entendemos mais o jogo deles no segundo tempo do que no primeiro. No segundo tempo, nós equilibramos melhor, entendemos o adversário e, dentro da estratégia que tínhamos para o segundo tempo, matamos o jogo na velocidade”, finalizou.

Santos e Palmeiras jogarão na Vila Belmiro nesse próximo fim de semana. A Federação Paulista de Futebol ainda irá definir a data e o horário da partida. Quem passar, enfrentará o vencedor de Corinthians e Audax Osasco, que decidirão a outra vaga na decisão do Paulistão 2016.