De olho na Libertadores, Tite vê Corinthians forte mesmo com troca de peças

  • Por Jovem Pan
  • 26/02/2015 08h29
durante o jogo realizado esta noite no Estadio Gilberto Siqueira Lopes, o Gilbertao, entre Linense x Corinthians, jogo adiado valido pela 2a. rodada do Campeonato Paulista de 2015. Juiz: Vanderlei Martinucho - Lins/Sao Paulo/Brasil - 25/02/2015. Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. CorinthiansTite gesticula durante vitória corintiana sobre o Linense

Após manter o embalo na temporada ao vencer o Linense por 2 a 0 fora de casa, o Corinthians reassumiu a liderança do grupo 2 do Campeonato Paulista. Além da vitória, o técnico Tite ainda pôde celebrar a permanência de Jadson e a boa fase do time no ano. O que deixou o treinador mais feliz, segundo o próprio, foi a manutenção do bom desempenho da equipe mesmo com a mudança de muitas peças de um jogo para outro.

“O Corinthians tem uma série de atletas que buscam desempenho. Fico feliz que a equipe manteve um padrão técnico e tático, independentemente das peças. O adversário marca a saída do Elias, sobra o Mendoza. Marca o Renato Augusto, aparece o Petros. Esses detalhes me deixam feliz”, avaliou o treinador em entrevista coletiva concedida após a partida.

Para Tite, o time foi bem mesmo sem Jadson, que estava negociando sua saída, mas resolveu permanecer. Fato que foi muito comemorado pelo treinador gaúcho. “Que bom que o Jadson ficou. Ele conversou com a direção e uma série de pessoas. Disse para ele decidir o que fosse bom para a família dele”. A negociação para o futebol chinês estava quase certa, mas acabou encerrada quando o jogador optou por ficar no Brasil.

Sobre Mendoza, que marcou seu primeiro gol com a camisa do Timão, Tite destacou a disposição do colombiano, mas dividiu os méritos com o restante do time. “Ele é rápido, está aprendendo a ser um pouquinho mais objetivo. Hoje deu sua parcela de contribuição”. Depois de Mendoza, Petros anotou o segundo gol alvinegro na partida.

De olho no San Lorenzo, segundo compromisso do Timão na fase de grupos da Libertadores, especula-se que Tite possa usar um time misto novamente diante do Mogi Mirim, no próximo domingo (01), em Itaquera. Tentando dar moral ao grupo, o treinador desconversou. “Vocês têm de ajudar a ideia de elenco, não usar isso de time principal, alternativo. Não sei. Até ontem eu não tinha titular do lado direito, agora voltou o Jadson. O campo mostra, o treinamento mostra. Dracena deveria ser titular por seu passado, mas o Felipe Está bem. Quero ter critério”, garantiu.