De Rossi faz gol, é expulso mas Itália vence nas Eliminatórias da Euro

  • Por Lancepress
  • 06/09/2015 18h29
De Rossi fez um jogo típico de De Rossi e ajudou e atrapalhou a Itália contra a Bulgária

De Rossi viveu a dor e a delícia de defender a Itália neste domingo, em Palermo (ITA). Após na etapa inicial converter um pênalti deixar a Azzurra em vantagem contra a Bulgária neste domingo, pela 8ª rodada das Eliminatórias para a Eurocopa de 2016, o volante foi expulso e fez com que o segundo tempo ganhasse contornos para lá de dramáticos no confronto. Porém, ao final da partida, o camisa 16 e os demais italianos puderam comemorar o triunfo por 1 a 0 e a garantia da liderança do Grupo H, com 18 pontos, eliminando os búlgaros, que estacionaram nos oito pontos e não podem mais alcançar Noruega e Croácia.

Itália abre o placar e cozinha o jogo na etapa inicial

A Itália precisou de 42 segundos para mostrar suas armas. Pellè finalizou e, no rebote de Mitrev, El Sharaawy arriscou uma bicicleta por cima do gol.

Em sua investida seguinte, a chance dos italianos abrirem o placar ficou maior quando Minev cometeu pênalti extremamente infantil em Candreva. De Rossi converteu a cobrança, mas o árbitro mandou voltar, por invasão de Parolo. O camisa 16 voltou a bater no canto direito e, mesmo com o goleiro Mitrev acertando o canto, não impediu que a Azzurra abrisse o placar aos cinco minutos.

Diante de um adversário inofensivo, que exigiu Buffon apenas aos 17, em finalização de Mitsanski, a equipe de Antonio Conte foi conduzindo a etapa inicial em banho-maria. Pellè mandou duas oportunidades para fora, enquanto Parolo teve boa chance, mas não conseguiu ampliar a vantagem.

Expulsões fazem Bulgária avançar e quase conseguir empate

Os italianos retomaram o ritmo acelerado na volta do intervalo. A um minuto, Parolo arriscou rente à trave, e indicaram que uma goleada italiana estaria por se desenhar.

Porém, os ânimos exaltados fizeram com que o equilíbrio assolasse a etapa final. Mitsanski empurrou De Rossi e, após o adversário cair, deu um pisão em seu joelho. Mesmo caído, o camisa 16 da Azzurra reagiu ao chutar a coxa do rival. Os dois foram expulsos e ambas as seleções ficaram com dez atletas.

El Shaarawy incomodou Mitrev duas vezes. Mas os búlgaros, que precisavam evitar a derrota para seguir sonhando com a Eurocopa, se lançaram de vez ao ataque. Nedelev bateu rente à trave de Buffon, e o jogo ganhou contornos mais ríspidos devido ao bloqueio imposto pelos italianos.

A administração excessiva da Itália na partida quase custou o empate aos 46, quando Milanov bateu e Buffon salvou de maneira providencial. Mas, após uma acomodação excessiva, a Azzurra se manteve na liderança do Grupo H.

Outros jogos do Grupo H

Também neste domingo, a Noruega bateu a Croácia por 2 a 0 e, com dois gols de Berget, assumiu a vice-liderança, com 16 pontos. Já o lanterninha Malta arrancou seu segundo ponto em oito jogos, em um empate em 2 a 2 com o Azerbaijão.