De São Marcos a Prass: 5 disputas de pênaltis que quase mataram os palmeirenses do coração

  • Por Jovem Pan
  • 29/10/2015 11h36
Montagem/Reprodução/Folhapress Apesar do sofrimentos

Palmeiras, torcida alviverde e as decisões por pênaltis: uma relação de amor e ódio que leva os palestrinos ao delírio, mas que antes disso os deixa angustiados. Em sua história, o Verdão viveu momentos históricos em decisões por pênaltis e na noite desta quarta-feira (28), mais uma vez a história se repetiu na partida diante do Fluminense que acabou com triunfo palmeirense nas penalidades.

Da histórica defesa de Marcos na cobrança de Marcelinho até a penalidade defendida por um atacante que foi para o gol, o Palmeiras viveu decisões memoráveis que, assim como nas semifinais da Copa do Brasil, no Allianz Parque, a equipe alviverde saiu vencedora. Relembre:

Libertadores 1999: Palmeiras x Deportivo Cali

Depois de empate em 2 a 2 no placar agregado, a grande final da Libertadores de 1999 foi para a decisão por pênaltis. Foi ali, naquelas cobranças no gol do antigo Palestra Itália, que o goleiro Marcos começou a se tornar santos para a torcida alviverde. O Verdão venceu por 4 a 3 e os torcedores certamente quase enfartaram.

Libertadores 2000: Palmeiras x Corinthians

A semifinal da Libertadores de 2000 é um dos momentos mais marcantes da história alviverde e serviu para consolidar Marcos como ídolo do clube. A defesa no pênalti de Marcelinho não sai da memória do torcedor palestrino.

Paulistão 2015: Corinthians e x Palmeiras

Não era Libertadores e o goleiro não era Marcos, mas em 2015 novamente o palmeirense sorriu ao ver seu goleiro agarrar um pênalti corintiano. Dessa vez a semifinal era do Paulistão e o goleiro era Fernando Prass. O arqueiro alviverde pegou o chute de Petros que colocou a bola no cantinho e também escreveu seu nome na histórica do clube ao eliminar o maior rival.

Libertadores 2009: Sport x Palmeiras

Um dos últimos grandes momentos da carreira de São Marcos foi, mais uma vez, em uma decisão por pênaltis na Libertadores. Dessa vez em 2009, contra o Sport. O ídolo alviverde brilhou, pegou três cobranças e deu a classificação para sua equipe.

Brasileiro 1988: Flamengo x Palmeiras

Em 1988, o regulamento do Brasileirão previa disputa de pênaltis para todos os jogos que terminassem empatados. O Palmeiras foi ao Maracanã enfrentar o Flamengo e vencia o jogo por 1 a 0 quando Zetti fraturou a perna. O atacante Gaúcho foi para o gol e até tomou o gol e empate. Minutos mais tarde, porém, viria a glória. Gaúcho defendeu duas cobranças e deu a vitória ao Alviverde.