De virada, Palmeiras bate Grêmio e afasta fantasma do rebaixamento

  • Por Jovem Pan
  • 11/10/2014 23h00
SÃO PAULO,SP,11.10.2014:PALMEIRAS-GRÊMIO - O jogador Mouche do Palmeiras comemora gol durante partida entre Palmeiras x Grêmio, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro 2014, no estádio do Pacaembu em São Paulo, SP, neste sábado (11). (Foto: Leandro Martins/Futura Press/Folhapress)Mouche marca e Palmeiras supera Grêmio no Pacaembu

O Palmeiras recebeu o Grêmio no Pacaembu, neste sábado (11), e afastou ainda mais o fantasma do rebaixamento ao bater os gaúchos por 2 a 1, de virada. Em um jogo muito disputado, o time do técnico Dorival Júnior cresceu após a expulsão de Barcos e conseguiu a terceira vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro. O ex-palmeirense marcou em favor dos gaúchos, enquanto Mouche e João Pedro balançaram as redes para os donos da casa.

Com o resultado, o Palmeiras chegou aos 34 pontos e agora ocupa a 11ª colocação na tabela, cada vez mais distante da zona da degola. O Grêmio, por sua vez, estacionou nos 46 pontos e corre o risco de deixar o G-4 após a conclusão da rodada.

Na próxima rodada, o Palmeiras enfrenta o Santos no Pacaembu, enquanto o Grêmio vai ao Serra Dourada para medir forças diante do Goiás.

O Jogo

Buscando espantar de vez o fantasma do rebaixamento, o Palmeiras foi para cima do Grêmio logo no início da partida. Logo aos dois minutos, Victor Luis foi ao fundo, rolou para Valdívia que, de forma muito inteligente, deixou para Cristaldo. O argentino, de frente para o gol, bateu muito mal e perdeu chance incrível.

Muito dispostas, as duas equipes apostavam na velocidade de seus armadores para irem à frente. Aos 24, João Pedro foi ao fundo e cruzou na cabeça de Cristaldo. Desta vez o argentino testou bem, mas a bola saiu levemente à esquerda da trave de Tiago.

A melhor chance gremista veio com um erro dos donos da casa no ataque. Henrique foi desarmado, Dudu puxou ótimo contra-ataque e serviu Barcos. O argentino dominou bem, disparou e bateu para o gol, obrigando Fernando Prass a realizar ótima defesa.

A partir daí, a partida ficou muito nervosa e com muitas divididas ríspidas. Lúcio e Barcos se estranharam e receberam cartão amarelo. O volante Felipe Bastos, também amarelado, foi sacado aos 30 minutos por Felipão, que temia sua expulsão precoce.

No final da etapa inicial, o Palmeiras manteve sua intensidade e quase abriu o placar novamente. Bem no jogo, João Pedro levantou na cabeça de Henrique, que desviou bem, mas parou em grande defesa do goleiro gremista.

No segundo tempo, o Grêmio voltou mais ofensivo e conseguiu achar seu gol. Aos 10 minutos, após bola levantada na área, Geromel testou firme e Valdívia bloqueou com a mão. Barcos cobrou o pênalti e colocou os gaúchos na frente do placar.

Porém, a felicidade do ex-palmeirense durou pouco. Após cometer falta em Cristaldo, Barcos recebeu o segundo cartão amarelo e acabou expulso pelo árbitro Sandro Meira Ricci. Três minutos depois, Mouche, que havia acabado de entrar, aproveitou desviou de Henrique na área e empatou a partida para os donos da casa.

Empurrado pela sua torcida e com superioridade númerica, o Palmeiras foi para cima dos gaúchos em busca da terceira vitória consecutiva. Esta veio nos pés do jovem João Pedro, que ganhou pela esquerda, limpou a marcação e arriscou de fora da área para vencer o goleiro Tiago e virar a partida. Festa da torcida palmeirense, agora mais aliviada e distante do rebaixamento, no Pacaembu.