De volta à Ponte, Aranha reencontra Palmeiras sem “vírgula para reclamar”

  • Por Jovem Pan
  • 19/08/2016 12h50

Aranha voltou à Ponte Preta depois de uma passagem apagada pelo Palmeiras

Aranha voltou à Ponte Preta depois de uma passagem apagada pelo Palmeiras

Palmeiras e Ponte Preta se enfrentam neste domingo, às 16h (de Brasília), pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo será disputado no Allianz Parque e terá um gostinho especial para Aranha. De volta à equipe de Campinas, o experiente goleiro reencontrará o clube alviverde – no qual não teve espaço e com o qual rescindiu após somente um ano de contrato. 

Aranha, no entanto, nega ter mágoas do Palmeiras. Em entrevista exclusiva a José Manoel de Barros que vai ao ar no próximo Plantão de Domingo, da Rádio Jovem Pan, o arqueiro de 35 anos garantiu que só guarda boas lembranças da curta e apagada passagem que teve pelo Palmeiras. 

“Para mim, é um momento feliz, porque vou jogar contra um time que foi a minha casa por um ano. Fiz grandes amigos e fui muito feliz no Palmeiras. Não tenho uma vírgula para reclamar do clube, só a agradecer à diretoria e à torcida, que me trataram tão bem durante o tempo em que permaneci por lá”, disse Aranha. 

O goleiro reforçou o Palmeiras no início de 2015, depois quase cinco temporadas no Santos. No clube de Palestra Itália, porém, não teve sequência. Reserva absoluto de Fernando Prass, jogou apenas uma partida, contra o Ituano, no Campeonato Paulista, e foi mal, perdendo espaço até para Jaílson, que veio do Ceará e, hoje, é o titular da meta alviverde. No fim do ano, o Palmeiras não quis renovar com Aranha, que se transferiu ao Joinville e, agora, está de volta à Ponte Preta. 

Será que ele se arrepende de ter deixado o Santos para ser reserva no Palmeiras? Aranha garante que não“Não tenho nenhum arrependimento, porque foi a única alternativa que eu encontrei. Foi uma decisão muito pensada. Antes de sair, eu procurei a diretoria para conversar e fiz o máximo possível, porque estava há muito tempo sem receber, com muitos salários atrasados… Eu não sou um meia, um atacante, nunca tive transferências milionárias… Então, sempre dependi do salário para fazer um pé de meia. Não dava para continuar no Santos”, afirmou. 

Neste domingo, Aranha será titular contra o Palmeiras. O goleiro de 35 anos voltou à Ponte Preta para assumir de vez a camisa 1 do clube no qual foi vice-campeão paulista em 2008. Ele reestreou no fim de semana passado, contra o Figueirense, e foi bem: não sofreu gols e assistiu, de dentro de campo, à vitória paulista por 2 a 0 no Moisés Lucarelli. A partida no Allianz Parque pode manter a invencibilidade do experiente goleiro no retorno à equipe que o projetou para o futebol nacional.