De Wendell Lira a Lugano: os jogadores que poderiam virar máscaras de Carnaval

  • Por Jovem Pan
  • 29/01/2016 19h50
Wendell Lira

O Carnaval faz parte da identidade cultural brasileira, tanto quanto o futebol. E esses dois mundos não raro se misturam quando foliões saem para desfilar usando máscaras de jogadores, como já aconteceu com Neymar e Ronaldinho Gaúcho, por exemplo. Mas ainda existem craques e personalidades do esporte que, apesar de merecerem, ainda não receberam esta homenagem.

O Jovem Pan Online mostra, abaixo, algumas sugestões de rostos para estamparem as máscaras dos fãs de futebol.

Wendell Lira

Superar Messi e Florenzi, autores de golaços na Liga dos Campeões, com um gol marcado no Campeonato Goiano não é para qualquer um. Por isso, o vencedor do prêmio Puskas de 2015 merece figurar no Carnaval.

Lugano

Ídolo da torcida são-paulina, Diego Lugano está de volta. E, enquanto o uruguaio não reestreia pelo Tricolor Paulista, poderia desfilar pelos blocos de carnaval de rua da cidade por meio de uma máscara com seu rosto.

Adriano

O Imperador adora uma festa como o Carnaval. E, agora, está em evidência por causa do futebol: o Miami United, dos Estados Unidos, anunciou recentemente sua contratação. Voltando aos gramados, ele pode voltar também ao gosto popular.

Fernando Prass

Para combinar com a máscara de Ricardo Oliveira feita pelos palmeirenses na final da Copa do Brasil, Fernando Prass também poderia ter uma versão sua. O único problema seria se foliões se encontrarem com a máscara dos dois rivais e decidirem levar os entreveros dos jogadores para o lado pessoal.

Alexandre Pato

O atacante já não faz mais parte do Corinthians, mas marcou a história recente do clube. Agora no Chelsea, foi uma contratação que deu bastante errado. Ainda por cima, reforçou o rival São Paulo enquanto esteve emprestado. Foi um dos nomes mais falados do futebol brasileiro nos últimos tempos.

Robinho

Figurinha carimbada no futebol brasileiro, Robinho está perto de voltar para jogar pelo Santos pela quarta vez. Quem sabe uma homenagem dos torcedores do Peixe não ajude a convencer de vez o atacante a voltar para a velha casa?