Depois de polêmica com ordem de equipe, Williams F1 pede desculpas

  • Por Jovem Pan
  • 03/04/2014 17h40
Felipe Massa exalta GP da Malásia

Após a polêmica no Grande Prêmio do Malásia, quando a Williams solicitou a Felipe Massa que deixasse o companheiro Valtteri Bottas ultrapassar e ficar na sétima posição, mas o brasileiro não acatou a ordem da equipe, a vice-chefe da Williams F1, Claire Williams, resolveu explicar o mal entendido e pedir desculpas pelo caso, segundo a revista britânica Autosport.

Segundo ela, a situação não foi administrada da forma como deveria ter sido e, por conta disso, criou-se todo um furor em torno do episódio.

“Para nossos torcedores, gostaria de pedir desculpas por isso já que não lidamos com a situação da melhor maneira. É decepcionante para todos que acompanham a Williams e esperam ver nossos caras poderem ir até lá e brigar pelas coisas que nós os desapontemos. Não é a forma que queremos trabalhar”, disse Claire Williams.

A dirigente também fez questão de pedir desculpas para Massa e Bottas pelo caso envolvendo os dois.

“Nós não lidamos com a situação em relação a cada um de nossos pilotos particularmente bem, então é claro que devemos desculpas a eles. É a coisa certa a se fazer, no final das contas”, prosseguiu.

Depois do ocorrido, a Williams F1 passou um bom tempo analisando o caso e estudando uma maneira de a situação não se repetir.

“O que aconteceu na Malásia não foi bom. Mas nós todos aprendemos com nossos erros rapidamente, então passamos os últimos dias estudando detalhadamente a corrida, olhando para os erros que cometemos e vendo como podemos retificá-los para não repetirmos no futuro. Foi um esforço de equipe. Sentamos com os pilotos, com os engenheiros e discutimos sobre isso. Essa é a coisa mais importante de se fazer em uma situação como isso”, finalizou Claire Williams.