Derrota para o The Strongest complica muito na classificação, diz Bauza

  • Por Jovem Pan
  • 17/02/2016 22h47
SP - LIBERTADORES/SÃO PAULO X THE STRONGEST - ESPORTES - O técnico Edgardo Bauza do São Paulo em partida contra o The Strongest, válida pela primeira rodada do Grupo 1 da Copa Libertadores da América 2016, no Estádio do Pacaembu, na zona oeste de São Paulo, nesta quarta- feira. 17/02/2016 - Foto: DANIEL VORLEY /AGIF/ESTADÃO CONTEÚDOEdgardo Bauza lamentou a derrota inesperada do São Paulo jogando em casa na Libertadores

O São Paulo estreou na fase de grupos da Libertadores 2016 perdendo no Pacaembu para o The Strongest. Após a partida, o repórter Márcio Spimpolo, da Rádio Jovem Pan, perguntou para Edgardo Bauza sobre o fato de o torneio continental ser disputado não só com técnica, mas também com garra, como fizeram LDU e San Lorenzo, campeões sob o comando do treinador.

“A Libertadores é um torneio complicado, difícil. Falávamos com os atletas, antes de jogar no Peru (contra o César Vallejo, na pré-Libertadores) que não há partida fácil na Libertadores e qualquer erro pode lhe deixar fora. Este resultado nos complica muito na classificação, obviamente estamos muito tristes com o que aconteceu, mas vamos seguir com a mente bem posta, tratando de se classificar, que é o primeiro objetivo que temos. Perdemos três pontos importantíssimos, mas seguiremos lutando”, disse Bauza na resposta.

A derrota, sofrida contra um time que não vencia fora de casa pela Libertadores há 34 anos, revoltou os torcedores são-paulinos que foram ao Pacaembu. O repórter Daniel Lian falou com alguns deles, que chegaram a mostrar pessimismo quanto à classificação da equipe para a próxima fase (ouça as entrevistas no áudio ao lado).