Destaque no Pan, Luciano quer manter boa fase no Timão e não pensa em sair

  • Por Lancepress
  • 28/07/2015 18h44
SÃO PAULO, SP, 27.07.2015: CORINTHIANS-VASCO - Luciano no treino do Corinthians, no CT Joaquim Grava, na zona leste de São Paulo, nesta terça-feira (28). Preparatório para a partida contra o Vasco, nesta quarta-feira (29), no estádio Itaquerão (SP), pelo Campeonato Brasileiro. (Foto: Mauro Horita/AGIF/Folhapress)Sem marcar pelo Corinthians desde março

Luciano não faz gols com a camisa do Corinthians desde março. No entanto, agora está com o moral elevado no clube. O jogador voltou da Seleção Brasileira após se destacar nos Jogos Pan-Americanos de Toronto (CAN). Apesar da medalha de bronze, ele foi um dos principais nomes, com cinco gols em quatro jogos. No Timão, espera manter a boa fase.

“Eu fiz lá o que eu estava fazendo aqui. Infelizmente, aqui não estavam saindo os gols, mas agora espero ficar nessa boa fase por muito tempo. Espero poder fazer gols e ajudar meus companheiros de clube”, disse o atacante, em contato com os jornalistas nesta terça-feira, no CT Joaquim Grava.

Relacionado para o duelo contra o Vasco, nesta quarta-feira, na Arena Corinthians, pelo Brasileirão, o camisa 18 marcou pela última vez pelo Corinthians na vitória por 3 a 0 sobre o Mogi Mirim, no dia 1º de março, pelo Paulistão.

No primeiro semestre, amargou a reserva do ataque, que era formado por Emerson Sheik e Paolo Guerrero. Quando teve uma chance de ouro como titular, nas oitavas de final da Libertadores diante do Guaraní (PAR), em Assunção, ele foi mal e recebeu críticas.

Como revelou o jornal Lance!, o jogador recebeu uma sondagem do Genk, da Bélgica, que estava disposto a pagar cerca de R$ 7 milhões. Ele, no entanto, garante estar feliz no clube e não pensa em sair.

“Não sei (risos), não estou sabendo de nada. Aqui sou feliz, não penso em sair, espero ficar muito tempo ainda. Graças a Deus, minha fase está ficando boa de novo, por isso a Seleção foi muito boa para mim. Agora, é retomar a pegada aqui no Corinthians para fazer muitos gols aqui ainda”, disse.

“No começo do ano era difícil, mas eu brigava, agora não vai ser diferente. Se eu tiver a chance, vou agarrar com certeza, mas isso fica a critério do Tite. Aqui sou muito feliz e não penso em sair”, ressaltou.