Di Grassi não admite favoritismo no GP de Miami de Fórmula E

  • Por Agência EFE
  • 13/03/2015 18h11
Lucas di Grassi posa com seus três troféus conquistados em etapas da Fórmula E

Lucas di Grassi, da Audi Sport ABT, garantiu nesta sexta-feira, que não há favoritismo no Grande Prêmio de Miami, da Fórmula E, competição de carros elétricos da FIA, apesar de estar ocupando a liderança na classificação.

“Todos os pilotos podem ganhar aqui ou ter uma grande corrida. As provas mudam muito e não há nenhum piloto que tenha grande vantagem sobre os demais”, disse o brasileiro, com exclusividade à Agência Efe.

Di Grassi, que tem 58 pontos, dez a frente do vice-líder da competição, o britânico Sam Bird, da Virgin, garantiu que a Audi está fazendo um grande trabalho, mas que todos estão cientes de que será “difícil manter a posição”.

Em quatro provas disputadas até agora, o brasileiro venceu uma vez, terminou outra em segundo e também subiu ao pódio como terceiro, justamente na arrancada do campeonato, em China, Malásia e Uruguai, respectivamente. Na última etapa, na Argentina, Di Grassi não pontuou, devido problema mecânico na volta 26.

“O campeonato é muito longo. Ainda faltam sete corridas e nem sequer chegamos a sua metade. O importante é dar o máximo de mim e sair de Miami sem problemas, com o melhor resultado possível”, garantiu à Efe.

O GP de Miami, realizado no circuito de rua de Biscayne Bay, será neste sábado e terá 39 voltas, com cada uma tendo extensão de 2,17 quilômetros.