Dilma diz que Copa “só não foi perfeita porque o hexacampeonato não veio”

  • Por Agencia EFE
  • 13/07/2014 20h16
Germany's defender and captain Philipp Lahm (L) receives The World Cup from Brazilian President Dilma Rousseff (C) as FIFA President Joseph Blatter (R) looks on after his team's victory in the final football match between Germany and Argentina for the FIFA World Cup at The Maracana Stadium in Rio de Janeiro on July 13, 2014. AFP PHOTO / JUAN MABROMATA AFP Dilma Rousseff entrega taça do mundo para o capitão alemão

A presidente Dilma Rousseff afirmou neste domingo em mensagem divulgada pela presidência por ocasião da entrega simbólica da Copa do Mundo à Rússia, sede da competição em 2018 que a Copa “só não foi perfeita porque o hexacampeonato não veio”.

Ela disse ter certeza que “todos os que vieram ao Brasil – delegações, seleções, turistas – levarão de volta a experiência de ter conhecido um belo país, feito por um povo carinhoso e receptivo, e onde impera a diversidade”.

Pouco antes do começo da partida final entre Argentina e Alemanha, a presidente entregou simbolicamente a Copa ao presidente russo, Vladimir Putin, em cerimônia com a presença do presidente da Fifa, Joseph Blatter.

A chefe de estado afirmou que, após o sucesso da Copa, o Brasil espera agora que todos os visitantes retornem ao país para as Olimpíadas e Paraolimpíadas 2016, que o Rio de Janeiro organizará “com a mesma competência e hospitalidade oferecidas na Copa”.

Ela acrescentou que agora os torcedores do futebol voltam “a atenção para a Rússia, um país especial, de uma cultura rica, e que terá a honra de sediar o maior dos espetáculos do futebol”.

Confira as opiniões do melhor time do jornalismo esportivo