Diretor da Mercedes diz que choque entre Rosberg e Hamilton foi “inaceitável”

  • Por Agência EFE
  • 24/08/2014 15h22

O diretor da MercedesToto Wolff

O diretor da equipe Mercedes, o austríaco Toto Wolff, afirmou neste domingo que o choque entre seus dois pilotos, o alemão Nico Rosberg e o britânico Lewis Hamilton, no qual este último teve o pneu furado, foi “inaceitável”.

Após o choque, o Hamilton caiu para último e abandonou a cinco voltas do fim quando era 16º. Por sua vez, o Rosberg conseguiu se recuperar e chegou em segundo, atrás do vencedor Daniel Ricciardo, da RBR.

“Este ano adotamos uma política clara de deixar os pilotos competir, mas a regra número um é não se chocar um contra o outro. Ver este tipo de contato no início da corrida é um nível inaceitável de risco na pista”, disse Wolff.

“Não pode acontecer nunca mais, e não acontecerá”, acrescentou o diretor esportivo da equipe Mercedes.

Para Wolff, o ocorrido hoje é “o pior caso possível” no qual seus dois pilotos poderiam se envolver porque “nos custou uma possível dobradinha”, comentou.

Segundo o diretor da equipe alemã, a Mercedes deve “focar-se em assegurar o Campeonato de Construtores. Temos que reagrupar-nos e voltar mais fortes em Monza”, concluiu.