Dirigente mexicano defende Osorio e elogia comprometimento com a seleção

  • Por EFE
  • 14/09/2016 09h51
MEX50. CIUDAD DE MÉXICO (MÉXICO), 29/03/2016.- El entrenador de México Juan Carlos Osorio, reacciona en una jugada ante Canadá hoy, martes 29 de marzo de 2016, en un partido del grupo A de la eliminatoria de la Concacaf rumbo al Mundial de Rusia 2018 realizado en el Estadio Azteca, en Ciudad de México. EFE/José MéndezOsório

O presidente da Federação de Futebol do México, Decio de María, disse nesta terça-feira que o técnico Juan Carlos Osorio é o mais comprometido para dirigir a seleção do país e defendeu o treinador das constantes críticas pelo desempenho recente apresentado pela equipe.

De María afirmou que todos estarão satisfeitos com Osorio após as dez rodadas do hexagonal final das Eliminatórias da Concacaf para a Copa do Mundo de 2018, que será disputada na Rússia.

Osorio divide opiniões no México desde que a seleção foi goleada pelo Chile, por 7 a 0, nas quartas de final da edição centenário da Copa América. No entanto, o colombiano dirigiu a equipe em 16 oportunidades, com 13 vitórias, dois empates e apenas aquela derrota.

“Hoje, Osorio é o mais comprometido em comandar a seleção nacional e conseguir alcançar os objetivos que são de todos”, disse o presidente da federação.

Ao falar sobre o hexagonal final das Eliminatórias da Concacaf, que darão três vagas diretas para o Mundial de 2018, De María afirmou que a competição será complexa, mas espera que o México ganhe todos os 30 pontos em jogo e fique com a primeira posição.

“As próximas dez partidas são fundamentais. É preciso ter uma estratégia. Tomara que eles possam ganhar todas, somar 30 pontos em 30, mas é preciso entender a competição, conhecê-la e ter uma estratégia para conseguir atingir o objetivo, que é ir à Rússia”, declarou o dirigente mexicano.