Distúrbios em Buenos Aires após derrota terminam com 120 detidos e 70 feridos

  • Por EFE
  • 14/07/2014 10h39
Após partida

Mais de 120 detidos, 70 feridos e graves danos foi o balanço dos violentos incidentes registrados na noite de domingo nas ruas de Buenos Aires após o vice-campeonato da Argentina na Copa do Mundo, informaram nesta segunda-feira fontes oficiais.

“Isto não foi produto da casualidade, mas foi planificado. Houve um planejamento para que ocorresse isto e que gerasse um grande caos”, declarou à rádio “La Red” o secretário de Segurança argentino, Sergio Berni.

Berni relatou que depois das 22h, grupos de encapuzados tomaram as calçadas de avenidas do centro de Buenos Aires, saquearam negócios e automóveis e enfrentaram policiais e jornalistas.

“Estavam todos muito alcoolizados. Tivemos que atuar, ninguém gosta de atuar em uma comemoração. Atuar nessas condições é muito difícil, havia muita gente e inclusive bebês”, disse o secretário de Segurança.

Os distúrbios mancharam a festa de dezenas de milhares de seguidores argentinos que se reuniram nos arredores do Obelisco para celebrar o segundo posto da Argentina no Mundial, após perder por 1 a 0 contra a Alemanha no final da prorrogação.