Djokovic domina Nadal e fatura 6º título do Torneio de Pequim

  • Por Agência Estado
  • 11/10/2015 11h27
Djokovic superou Nadal e ficou com o título em Pequim

Novak Djokovic voltou a dominar Rafael Nadal neste domingom(11). Em grande fase, o sérvio controlou a final do Torneio de Pequim desde o início e faturou seu sexto título na competição chinesa, de nível ATP 500, pelo placar de 2 sets a 0, com duplo 6/2, em 1h30min de duelo.

Foi a terceira vitória do número 1 do mundo sobre o espanhol, sem contar o triunfo na exibição na Tailândia, na semana passada Ele havia levado a melhor na semifinal do Masters 1000 de Montecarlo e na surpreendente partida das quartas de final de Roland Garros, quando Nadal sofrera apenas a sua segunda derrota no Grand Slam francês.

Apesar da sequência, Djokovic ainda perde para Nadal no retrospecto geral. O espanhol soma 23 vitórias, contra 22 do sérvio, em uma das maiores rivalidades da história – trata-se do confronto que mais se repetiu na Era Aberta do tênis, desde 1968

O líder do ranking se sobrepôs ao dono de 14 títulos de Grand Slam a partir do bom saque e do melhor desempenho nos momentos mais decisivos da partida, principalmente nos ralis. Djokovic começou a partida quebrando o saque de Nadal, que chegou a crescer na partida ao longo do set inicial, mas acabou cedendo outra quebra.

A segunda parcial começou mais equilibrada. Até que o espanhol pediu atendimento médico para tratar de dores no pé direito. Na retomada, Djokovic faturou a primeira quebra de saque do set e abriu vantagem. Sem ter seu saque ameaçado, o sérvio obteve outra quebra e sacramentou a vitória e o título.

O número 1 do mundo terminou a partida com 23 bolas vencedoras, contra sete do espanhol. Cravou sete aces e ainda converteu 70% dos pontos quando jogou com o primeiro serviço. Com este desempenho, manteve o retrospecto invicto no torneio chinês, com 29 vitórias consecutivas. Ele foi campeão em Pequim também em 2009, 2010, 2012, 2013 e 2014. Em 2011 não competiu e o título ficou com o checo Tomas Berdych.

No total, o sérvio chegou ao seu 56º título na carreira, o 8º somente neste ano. Já Nadal, atual número oito do mundo, tem três troféus na temporada, em torneios de menor relevância. Apesar do vice em Pequim, o espanhol comemora os pontos somados, que o colocam em situação mais favorável, em busca da vaga no ATP Finals, que reúne os oito melhores tenistas da temporada, em novembro, em Londres.