Djokovic vence Wawrinka e busca pentacampeonato na Austrália contra Murray

  • Por Agencia EFE
  • 30/01/2015 11h09

Melbourne (Austrália), 30 jan (EFE).- O sérvio Novak Djokovic chegou pela quinta vez na final do Aberto da Austrália ao vencer, nesta sexta-feira, o suíço Stan Wawrinka, defensor do título, por 3 sets a 2, com parciais de 7-6 (1), 3-6, 6-4, 4-6 e 6-0, e enfrentará o britânico Andy Murray para conquistar o pentacampeonato da competição.

Djokovic se vingou assim da derrota para Wawrinka na semifinal do ano passado, e buscará o título contra Murray, que na quinta-feira assegurou uma vaga na final ao derrotar o tcheco Tomas Berdych por 3 sets a 1, com parciais de 6-7 (6), 6-0, 6-3 e 7-5.

O sérvio disputará a final do domingo tendo perdido apenas dois sets em seis partidas.

A final será o 24° duelo entre Djokovic e Murray, com 15 a 8 para o sérvio, que ganhou os últimos quatro encontros desde a final de Wimbledon de 2013.

Com a vitória, Djokovic se iguala ao sueco Stefan Edberg e ao suíço Roger Federer no primeiro posto com relação ao maior número de finais disputadas neste torneio, cinco.

Esta final será a de número 15 em Grand Slam para o sérvio, das quais sagrou-se campeão em sete oportunidades. Assim, Djokovic já supera Andre Agassi quanto a vitórias individuais no Aberto da Austrália.

Cheio de confiança após superar pela nona vez consecutiva um jogador situado entre os dez primeiros (não perde para um deles desde a derrota para Federer nas semifinais de Xangai no ano passado), Djokovic mostrou que lutar pelo pentacampeonato. EFE.