Dorival Júnior diz que equipe reagirá e Prass fala em “situação difícil”

  • Por Jovem Pan
  • 30/11/2014 14h17

O técnico Dorival JúniorDorival Júnior

Desesperado na luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro, sobretudo após a derrota para o Internacional, na noite do último sábado (29), o Palmeiras ainda pode celebrar o fato de só precisar de suas próprias forças para não cair para a Série B, afinal o Vitória perdeu para o Flamengo, também no sábado, e não foi capaz de jogar o Verdão de volta para a zona da degola.

A situação do Verdão é dramática, mas o técnico Dorival Júnior está confiante de que sua equipe não terá que disputar a segunda divisão do futebol nacional no ano que vem. Na 38ª e última rodada do Brasileirão, o Palmeiras entra em campo como mandante para enfrentar o Atlético-PR, no domingo (7), às 17h (de Brasília), e, caso vença, assegura sua vaga na elite.

“Começamos o trabalho já no vestiário, e não tem como ser diferente. Sempre acreditei e continuarei acreditando, o Palmeiras não cairá. Acreditarei até o último momento, a nossa postura mostra isso. Enfrentamos uma grande equipe, com um grande momento e as coisas se tornam mais difíceis pela necessidade do Palmeiras. Infelizmente, estamos passando por um momento complicado, mas não podemos abaixar a cabeça. Temos de estar atentos e ligados ao próximo compromisso”, declarou o comandante alviverde.

Mesmo com o revés no Beira-Rio, Dorival Júnior viu o lado positivo da atuação do Palmeiras.

“Faremos de tudo e a equipe reagirá, e já começou uma reação hoje (sábado). Logicamente, se olharmos o resultado, tiraremos qualquer justificativa. Mas a reação que tivemos se resume na postura que tivemos em campo, e isso mostra o lado positivo. No domingo, faremos de tudo para conseguir o resultado que precisamos. É ruim sair de uma partida e ter de observar o que acontecerá com o adversário, mas é a realidade e temos de conviver com isso”, falou o treinador. “Estamos trabalhando com toda a intensidade no Palmeiras, fazendo de tudo. Não montamos a equipe, chegamos no meio da competição, mas não fujo da responsabilidade. Nós sairemos desta situação”, finalizou.

O goleiro Fernando Prass também comentou a situação do Palmeiras para a última rodada e já projeta uma partida de ‘tudo ou nada’ na última rodada.

“Eles jogaram em cima da gente. Temos de torcer pelos resultados e levar a decisão para casa. Não há outro jeito. A situação é difícil, mas é o que nos resta”, ressaltou o arqueiro.