Dorival Júnior é demitido do Santos; Levir é o favorito para o cargo

  • Por Jovem Pan com Estadão Conteúdo
  • 04/06/2017 17h49
Dorival Junior foi expulso na partida do Santos contra o Coritiba

Dorival Júnior não é mais treinador do Santos. Após reunião de emergência feita neste domingo (4), a diretoria santista decidiu pela rescisão do contrato com o técnico que comandava a equipe desde 2015.

A decisão foi tomada um dia após a derrota para o Corinthians, por 2 a 0. Passando por um momento difícil no Brasileiro, o Santos está bem próximo da zona de rebaixamento, com uma vitória em quatro jogos. Já pela Libertadores e na Copa do Brasil, o time está classificado para as fases de oitavas e quartas de final, respectivamente.

Com a demissão de Dorival, o comando do Santos é assumido interinamente pelo ex-jogador do Elano. Segundo informações do repórter Raphael Thebas, da Jovem Pan, o mais cotado para herdar o cargo é Levir Culpi. A reunião com a diretoria já está marcada para esta semana.

Dorival Júnior chegou em julho de 2015 e, em pouco menos de dois anos, conquistou o Campeonato Paulista em 2016, foi vice da Copa do Brasil em 2015 e do Campeonato Brasileiro em 2016. Campanhas que o fizeram entrar com grande moral para este ano, especialmente porque montou times com menos investimentos do que os principais adversários.

Mas, em 2017, após o Santos gastar com alguns reforços como o zagueiro Cleber e o atacante Bruno Henrique, a equipe não engrenou. No Paulistão, por exemplo, foi eliminada nas quartas de final para a Ponte Preta, após correr sério risco de não passar da primeira fase. E, no Brasileirão, somou apenas três pontos em quatro partidas.

Dorival Júnior, assim, não resistiu à forte pressão e acabou demitido do Santos. Considerando também a sua passagem em 2010, ele soma 189 jogos pelo clube – é o sétimo que mais comandou a equipe – e apresenta um retrospecto de 111 vitórias, 34 empates e 44 derrotas.