Dunga diz não esperar grandes mudanças na Colômbia: “jogará mais concentrada”

  • Por Agência EFE
  • 16/06/2015 19h44

O técnico Dunga não espera grandes mudanças na Colômbia

Dunga

Apesar de ter sido surpreendida com uma derrota para a Venezuela na estreia pelo grupo C da Copa América, a Colômbia não deverá ter grandes mudanças para o jogo contra o Brasil nesta quarta-feira; pelo menos é o que espera o técnico Dunga, que acredita apenas em uma postura diferente do adversário.

“Não acho que a Colômbia vá mudar muito. Provavelmente jogará mais concentrada. Estão trabalhando há oito meses. Têm a pressão pelo resultado negativo, e no futebol é assim, parece que é preciso mudar tudo quando algo não funciona. Mas quem está no comando tem que ter tranquilidade e equilíbrio para saber fazer o que é certo”, comentou o treinador, em entrevista coletiva nesta terça-feira em Santiago.

“A rivalidade aumentou desde o confronto pela Copa. Na Copa América, por não terem tido um resultado positivo na estreia, eles entrarão mais determinados. O jogo será difícil, como vem acontecendo em todos na Copa América”, completou.

Dunga fez referência ao duelo de quartas de final do último Mundial, em que o Brasil avançou ao bater os colombianos por 2 a 1. Na ocasião, apesar de ter vencido, a equipe campeã teve bastante a lamentar devido a uma joelhada que o lateral Camilo Zúñiga acertou nas costas de Neymar, tirando o atacante da competição. Na visão do técnico, tratou-se de uma jogada normal.

“Da minha maneira de ver, foi uma entrada de jogo, perdeu a coordenação do movimento. Neymar vinha de costas, ele (Zúñiga) não tinha como parar e cometeu falta”, opinou.

Foi justamente contra a Colômbia que Dunga iniciou sua segunda passagem como treinador da seleção, em agosto do ano passado. Na ocasião, o Brasil levou a melhor pelo placar de 1 a 0 em Miami, com um gol de Neymar nos minutos finais. “Tanto nós quanto eles estamos mais maduros que daquela vez. A Colômbia continua forte e competitiva”, resumiu.